O músico João Neves, natural de Araranguá, participa do Maastricht Jazz Awards, um dos maiores concursos de jazz da Holanda, organizado pela fundação Jazz Maastricht, que produz a temporada de concertos de jazz na cidade, junto com o Conservatório de Maastricht. Neste ano, por conta da pandemia de coronavírus, a competição adaptou seu formato, e desafiou os participantes a colaborar com outras formas de artes e produzir clipes de suas músicas. São três premiações: duas nas categorias Estudante e Profissional, e o Prêmio do Público.

Continua depois da publicidade

A composição Fuga, de João Neves, finalista do concurso, foi construída sobre um dos efeitos da pandemia: a necessidade de movimento por conta do isolamento, o anseio por liberdade – algo que, João comenta, há um ano não éramos capazes de imaginar que estaríamos sentindo agora.

– Embora haja certa tensão na melodia, a música, baseada no ritmo baiano chamado ijexá, é muito ritmica e dançante – ele explica. – A coreografia traduz essa expressão de liberdade, um alívio para o corpo e a mente.

> Dylan Revisited traz 14 releituras de clássicos de Bob Dylan

> RAM, álbum de Paul e Linda McCartney, vai ser relançado em maio

Continua depois da publicidade

A produção partiu da colaboração entre João, a dançarina Hanna Feltrin e a filmmaker Paula Rist, ambas moradoras de Lisboa. João convidou seu colega de conservatório, o saxofonista Henri Schappert, além dos músicos Mauro Borghezan (bateria) e Rafael Calegari (baixo), de Florianópolis, para gravar – tudo remotamente. A gravação e mixagem foi feita por Cassio Moura e Nycollas Medeiros, respectivamente.

Confira o clipe de Fuga:

As categorias Estudante e Profissional do Maastricht Jazz Awards serão decididas pelo júri – já o Prêmio do Público será decidido pelas curtidas do próprio vídeo no YouTube. As três categorias incluem prêmio em dinheiro e mentoria profissional para planejamento de carreira até o final do ano. O público pode curtir até o dia 28 de abril. Os ganhadores serão anunciados na noite do mesmo dia.

> Elton John afirma que esteve trabalhando com o Metallica durante a quarentena

> Grammy 2022 vai ser apresentado em uma segunda-feira

João Neves tem 28 anos e começou a tocar violão aos 12 anos, tocando com músicos locais e focando no samba e na MPB. Aos 16 anos, teve os primeiros contatos com o jazz e a música instrumental, na cena de Florianópolis, onde morou até 2016. Graduado em Licenciatura em Música pela UDESC, entrou no universo da música brasileira, do choro, e do jazz, acompanhando solistas e cantoras. João é radicado na Holanda desde 2017, estuda guitarra jazz no Conservatório de Maastricht, e atua como guitarrista e professor de música.

> Festival de Glastonbury ganha edição virtual em maio

Destaques do NSC Total