A navegação na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, será proibida de 2 a 8 de maio, no canal provisório em meio às obras de construção da nova ponte (entre a Lagoa de Baixo e a Lagoa do Meio). A interdição vale para todo o tipo de embarcação, incluindo motos aquáticas.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Essa proibição é necessária para a transferência de equipamento para iniciar os pilares de sustentação da nova ponte para o outro lado do canal provisório, dando continuidade ao serviço. Ainda falta o estaqueamento de quatro dos nove pilares previstos.

Outros serviços na área da lagoa

As obras da nova ponte da Lagoa da Conceição seguem com duas outras frentes de trabalho: a montagem do madeiramento do escoramento provisório da estrutura da pista, que deve ser concluído ainda em abril, e a preparação para a concretagem do quarto pilar (o primeiro fica no mesmo nível da cabeceira da ponte, no Centrinho).

Desde o início dos trabalhos, em abril do ano passado, dois aterros foram feitos em rocha, para abrir as cabeceiras da ponte, que vai ligar o Centrinho (perto de onde será a rótula) até a Avenida das Rendeiras.

Continua depois da publicidade

Também estão em andamento as obras do novo terminal lacustre, de onde saem embarcações do Centrinho para a Costa da Lagoa, e vice-versa, que começaram no começo do mês. A edificação acontece sobre aterro em rocha de 850 metros quadrados, nos mesmos moldes dos aterros das cabeceiras da ponte. Foi feito ainda o estaqueamento de concreto referente à base do trapiche do novo terminal.

A revitalização do entorno da nova ponte começou com a desmontagem do deck do atracadouro público próximo do terminal lacustre atual, no Centrinho, à esquerda da cabeceira da ponte atual, sentido Rendeiras. O atual terminal continua funcionando normalmente, e só será desativado quando o novo ficar pronto, o que deve ocorrer até julho.

Nova ponte e revitalização do entorno

Do ponto de vista ambiental, a ponte — maior travessia da ilha — deve ajudar na oxigenação entre a Lagoa da Conceição e a Lagoa Pequena, no Campeche.

A nova travessia será três vezes mais alta (distância da água até a base da estrutura), o que possibilitará também mais espaço para a passagem de embarcações. De acordo com o projeto executivo, a nova ponte da Lagoa da Conceição ficará à direita da ponte atual.

Continua depois da publicidade

Toda a estrutura será de concreto armado com guarda-corpos e formato curvo, 214 metros de extensão e 17 metros de largura, com duas faixas de rolamento de 3,5 metros de largura, além de dois passeios (nas laterais de cada faixa) com 2,5 metros de largura e uma ciclovia bidirecional (com duas faixas em sentidos contrários) de 2,8 metros de largura.

Já o novo terminal lacustre, por sua vez, está sendo construído a cerca de 40 metros do atual, também sentido Avenida das Rendeiras. A estrutura terá área para espera das embarcações coberta com bancos de madeira e sanitários com acessibilidade, e bicicletários, além de controle de acesso e zeladoria.

Quando a nova ponte ficar pronta, a atual deve ser demolida. Os aterros das duas cabeceiras antigas devem ser convertidos em áreas de lazer, com playground, academia de ginástica e praça públicas. Estas obras são executadas pela Cejen Engenharia Ltda. O investimento é de R$ 53 milhões.

Leia também

Professores de Santa Catarina entram em greve nesta terça-feira

SC dá pontapé inicial de programa bilionário de obras para combater enchentes

Destaques do NSC Total