A empresa Racli assume nesta semana como a nova responsável pela coleta de resíduos convencionais nas regiões Norte, Continente e Centro de Florianópolis. Ela venceu a licitação lançada pela Prefeitura Municipal com o menor preço. A transição entre as empresas iniciou no último domingo (28) e pode afetar nos próximos dias os serviços nas regiões atendidas pela terceirizada.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Para minimizar os impactos na coleta da cidade, a Prefeitura está realocando funcionários da coleta de reciclados até que a Racli esteja com todo o quadro de funcionários atuando.

Atualmente, a FG Soluções Ambientais vinha realizando o serviço com o custo de R$ 207,58 a tonelada recolhida. A Racli ofereceu R$ 189 a tonelada. O mesmo serviço realizado pela Comcap, considerando apenas custos para a coleta convencional, sem incluir outros serviços como limpeza urbana e reciclados, chega a ultrapassar o valor de R$ 500 a tonelada recolhida.

Regiões terão mudança temporária na coleta

A coleta de rejeito nas regiões da Praia do Meio, Coqueiros e Bom Abrigo, no Continente, será realizada no período da tarde, a partir das 14h, às terças, quintas e sábados. Já na Praia do Forte, passa a ocorrer no período da manhã, a partir das 7h, também às terças, quintas e sábados. Esses roteiros eram feitos à noite.

Continua depois da publicidade

A coleta de lixo nas demais localidades atendidas pela empresa terceirizada permanece no mesmo dia e horário. A coleta seletiva de recicláveis, que é prestada pela Comcap em toda cidade, segue nos mesmos dias e horários.

*Sob supervisão de Andréa da Luz

Leia também

Celesc terá restrição de atendimentos a partir de terça para preparação de novo aplicativo

Veja o que se sabe sobre o concurso do BNDES que terá salários de R$ 20,9 mil

Destaques do NSC Total