nsc
    hora_de_sc

    despreparo

    Número de reclamações por vendas online em 2020 é quatro vezes mais alto do que no ano passado

    As reivindicações passaram de 3 para 12 mil de um ano para o outro, no mesmo período

    19/05/2020 - 20h01 - Atualizada em: 19/05/2020 - 20h09

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    compras na internet
    As reclamações mais recorrentes dizem respeito a demora de entrega ou a não entrega do produto.
    (Foto: )

    Reclamações feitas por consumidores sobre compras na internet entre janeiro e maio deste ano tiveram um aumento significativo se comparado ao ano passado, segundo dados divulgados pelo Procon de Santa Catarina. As reivindicações passaram de 3 para 12 mil de um ano para o outro, no mesmo período. O número é quatro vezes mais alto e considerado "alarmante" pelo diretor da instituição fiscalizadora.

    A súbita crescente nos protestos ocorre ao mesmo tempo em que o governo estadual recomenda o isolamento social como medida de enfrentamento ao novo coronavírus e significa, segundo o diretor do Procon SC Tiago Silva, que os estabelecimentos não estavam preparados para a alta demanda dos serviços online surgida repentinamente.

    - É preciso planejamento antes de sair vendendo sem ter a real capacidade de entrega. Agora, não dá para o consumidor ficar esperando em vão pela boa vontade das empresas se adaptarem a este novo modelo de comércio para, só depois, realizarem a entrega das mercadorias e serviços - ponderou.

    Procon SC orienta postos a repassarem ao consumidor descontos dados pela Petrobras

    As reclamações mais recorrentes dizem respeito a demora de entrega ou, até mesmo, a não entrega do produto. No entanto, outros problemas também têm afetado com frequência os clientes, segundo p Procon, como cobranças inadequadas, produtos com defeitos, serviço não fornecido, cancelamento da compra e entrega diferente do pedido, além de divergências em contratos, pedidos ou orçamentos.

    Colunistas