nsc

publicidade

Tradição 

Oktoberfest aposta em tecnologia para aprimorar segurança e limpeza da festa 

Organização estima reduzir furtos de celulares e carteiras durante a festa  

03/10/2019 - 20h57 - Atualizada em: 03/10/2019 - 21h34

Compartilhe

Nathan
Por Nathan Neumann
(Foto: )

Quando a música, a tradição e a diversão tomarem conta dos setores do Parque Vila Germânica durante a Oktoberfest, em Blumenau, dois fatores, que passam quase despercebidos por muitos, estarão presentes: a segurança e a limpeza. Neste ano, a principal aliada da organização é a tecnologia para garantir a tranquilidade de quem vier à festa.

Ao todo serão 120 câmeras em alta definição capazes de cobrir toda a área do Parque Vila Germânica ocupada pela 36ª edição da Oktoberfest. Equipamentos que mandam imagens em tempo real para uma central da empresa que preta o serviço interno de segurança da festa.

Duas das câmeras com tecnologia de reconhecimento facial foram instaladas em pontos estratégicos nas entradas do parque e que são capazes de detectarem pessoas com mandados de prisão em aberto ou que possuem um histórico de furtos e brigas. Ao entrar na festa, quem tiver registros como este, será reconhecido e a segurança terá acesso às informações das pessoas através do banco de dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

O furto de celulares e carteiras durante os 19 dias da festa é um ponto que a organização reconhece a necessidade de melhorar e busca aprimorar a cada edição. O uso destas tecnologias deverá ajudar a baixar significativamente as estatísticas, como afirma o presidente da Comissão de Segurança e Limpeza da Okotberfest, Marcelo Schrubbe.

­- Com as câmeras não haverá ponto cego algum na festa, o que auxilia o trabalho de acompanhamento de suspeitos. Com a tecnologia de reconhecimento facial e o acesso ao banco de dados da Secretaria de Segurança, podemos baixar muito o número de itens furtados. É claro que o comportamento de quem vem a festa também conta bastante e ajuda o trabalho de segurança, evitando de facilitar o acesso a celulares e carteiras - afirma Schrubbe.

O furto de veículos nos entornos da Vila Germânica também deve ser reduzido. Uma câmera com tecnologia de reconhecimento de placas foi instalada na Rua Humberto de Campos. Ela aciona imediatamente a central, caso o veículo esteja com registro de furto ou roubo.

A Policia Militar também investe na tecnologia para aprimorar o padrão de segurança que acontece em torno do Parque Vila Germância e na Rua XV de Novembro, onde acontecem os desfiles. Ao todo serão sete totens, também com reconhecimento facial, espalhados pelo parque, e seis drones que farão o patrulhamento nos desfiles e na região da Vila Germânica.

Patrick Rodrigues
(Foto: )

Tecnologia que auxilia no efetivo

Todo o aparto tecnológico auxilia a PM até mesmo em reduzir o efetivo policial no local, mantendo os padrões de segurança na festa.

- Houve tempos em que era necessário o emprego de mais de 200 policias, pois tinha uma festa que acontecia dentro dos setores e outra que acontecia fora dos porões. Agora, estamos trazendo aqui para a Oktoberfest o que há de mais tecnológico no Estado e no Brasil, fazendo com que o número do efetivo policial seja menor, em torno de 130 policiais, e ainda melhorando o padrão de tecnologia a cada ano - aponta o subcomandante da Polícia Militar do Estado, Carlos Roberto Koglin.

Os agentes ainda vão ciruclar à paisana pelos setores para observar as movimentações suspeitas e fazer as prisões em flagrante, caso seja necessário.

Limpeza contará vassoura elétrica e máquina higienizadora dos banheiros

A limpeza também é outro aspecto em que a empresa que presta o serviço na festa trabalha para aperfeiçoar para este ano, com o auxílio da tecnologia. Serão aspiradores, máquinas escovadeiras e higienizadores de banheiros que farão a limpeza nos setores.

Os banheiros são sempre pontos que merecem mais atenção, já que festa gira principalmente em torno do consumo de bebidas. A novidade que pretende dar mais agilidade na hora de limpar os sanitários é uma maquinas que higieniza, desinfeta e descontamina os ambientes.

Uma "vassoura elétrica" sem fio, com tecnologia holandesa, é uma das apostas. O item aspira e escova o chão, sem precisar estar ligada à uma tomada com fio, já que os setores são extensos. Já os aspiradores são capazes de sugar itens maiores, como copos, papéis e palitos de espetos.

- A intenção desde o início é de que as pessoas venham para a festa se sintam a vontade para se divertir. Temos a total consciência de que as pessoas vêm à Oktober pelas experiências que já tiveram. A segurança e a limpeza sempre foram pontos positivos, o que melhora essa experiência. Sem dúvida, esta edição da Oktoberfest será a mais tecnológica - afirma o secretário de turismo, Marcelo Greuel.

Leia mais sobre a Oktoberfest

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade