nsc

publicidade

Hotelaria 

Onde se hospedar para curtir a Oktoberfest em Blumenau 

Cidade sede da festa e municípios vizinhos dispõem de mais de 50 estabelecimentos entre rede de hotéis, hostels e pousadas para quem pretende visitar a festa alemã 

19/09/2019 - 20h11 - Atualizada em: 19/09/2019 - 21h33

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Desfiles anunciam atrações da Oktoberfest na principal rua do Centro de Blumenau
Desfiles anunciam atrações da Oktoberfest na principal rua do Centro de Blumenau
(Foto: )

A mesma empolgação que leva visitantes de todo o país para a Oktoberfest também faz disparar a procura por hospedagem em Blumenau no mês de outubro.

As atrações nos 19 dias de festa com shows e opções gastronômicas se concentram no Parque Vila Germânica. Nos três sábados e em outros quatro dias de semana, o desfile oficial leva também para a Rua XV de Novembro, no coração da cidade, a empolgação e o clima germânico que contagia a cidade durante a festa.

Para curtir tudo com comodidade, estar bem situado é fundamental. Em geral, para garantir vagas e bons preços de hospedagem em outubro em Blumenau, é preciso de organização e antecedência por parte dos turistas que pretendem ir à Oktoberfest.

Ainda assim, quem só consegue se planejar mais em cima da hora também pode conseguir opções interessantes para se hospedar na cidade.

As principais opções são os hotéis. No total, 22 estabelecimentos da rede hoteleira da cidade possuem cadastro no Ministério do Turismo (Cadastur) que certificam a atuação (confira o mapa abaixo).

Alguns hotéis são tradicionais na cidade e se preparam de forma especial para abrigar os visitantes que vão à cidade para aproveitar a festa.

No centro da cidade, com acesso a poucos quilômetros aos pavilhões onde ocorre a festa, há opções como o Hotel Glória, famoso pelo café colonial, Plaza Blumenau, Slaviero Essential e o Himmelblau Palace Hotel, este a menos de dois quilômetros da Vila Germânica. Há ainda muitas outras opções em diferentes bairros, e até na própria região central.

Ocupação de 98% no segundo fim de semana

A presidente do Sindicato dos Bares, Hotéis, Restaurantes e Similares de Blumenau, Tatiana Honczaryk, afirma que a expectativa do setor é de uma ocupação de 3% a 4% maior do que em 2018.

Segundo ela, por enquanto a maior procura é pelo segundo fim de semana da festa, tradicionalmente o que reúne mais público. Para essa data, já há 98% de ocupação das 4.640 vagas da rede hoteleira de Blumenau e também de leitos de hotéis dos municípios vizinhos.

No primeiro fim de semana, a ocupação já está em 95%. O último fim de semana de outubro, por enquanto, é a data em que a procura está menor, com cerca de 85% de ocupação. Segundo ela, para quem pode se programar, os dias de semana são os que costumam oferecer uma experiência mais tranquila na festa em relação aos fins de semana.

– Para quem vem pela primeira vez, a principal dica é destinar o dia para conhecer Blumenau e também o entorno. São vários municípios que ofertam passeios, visitas a cervejarias artesanais, cicloturismo, atividades de lazer. E, à noite, aproveitar para curtir a festa – recomenda.

* Estabelecimentos com cadastro no Ministério do Turismo (Cadastur)

Fonte: Secretaria de Turismo de Blumenau

Pousadas, hostels e hotéis em cidades vizinhas

Além dos tradicionais hotéis, pousadas e hostels também têm passado a responder por um percentual crescente das hospedagens dos visitantes da Oktoberfest. Na relação divulgada pela Secretaria de Turismo de Blumenau, há seis pousadas e cinco hostels no município cadastrados no Ministério do Turismo, e que podem representar outra forma de hospedagem para visitantes. Alguns hostels, por exemplo, também organizam festas ou atividades durante o dia, que pode ajudar na interação entre os visitantes que buscam fazer amigos na Oktoberfest.

Outra alternativa também são os hotéis e estabelecimentos como pousadas em cidades vizinhas a Blumenau. Municípios próximos como Pomerode, Timbó, Gaspar, Indaial, todos entre 20 e 30 quilômetros de Blumenau, podem possuir mais opções de hospedagem e ainda render bons passeios durante o dia.

Já cidades como Balneário Camboriú, no Litoral, apesar de ficarem a uma distância um pouco maior da terra da Oktoberfest (67 quilômetros), têm a proximidade da praia como um diferencial para quem não gosta de perder uma ocasião de ficar perto do mar.

Desfiles oficiais levam o clima da festa à Rua XV de Novembro, no centro da cidade
Desfiles oficiais levam o clima da festa à Rua XV de Novembro, no centro da cidade
(Foto: )

Airbnb e opções de hospedagem on-line

Por fim, as recentes plataformas on-line em que proprietários alugam cômodos de uma residência ou até mesmo os imóveis inteiros também têm se tornado opções atrativas de hospedagem durante a Oktoberfest. Ferramentas como o Airbnb, o mais famoso desses portais, acabam sendo procurados sobretudo à medida em que as vagas nos hotéis se tornam escassas nos dias de maior procura dos que pretendem ir à festa.

Em pesquisa feita para reserva no primeiro fim de semana da Oktoberfest no dia 18 de setembro no Airbnb, a plataforma ainda informava a existência de mais de 300 opções de hospedagem. No entanto, um alerta avisava que 63% das acomodações já estavam reservadas para o período.

A modalidade de hospedagem já vem sendo utilizada nos últimos anos por anfitriões que recebem hóspedes de todo o país para conhecer a cidade, e, claro, as atrações da festa. No início da festa do ano passado, a plataforma Airbnb havia informado que contabilizava 5,6 mil reservas em Blumenau durante o período da Oktoberfest.

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade