nsc
santa

Pandemia

Ônibus de Blumenau circulam em novos horários a partir desta quarta; veja quais

Operação começará mais cedo e funcionará em quatro janelas de horários

15/09/2020 - 17h46

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Serviço fico suspenso por semanas devido às ações de combate ao coronavírus
Serviço fico suspenso por semanas devido às ações de combate ao coronavírus
(Foto: )

Conforme anunciado na semana passada, a partir desta quarta-feira (16) os ônibus do transporte coletivo de Blumenau circulam em quatro janelas de horários: entre 4h e 8h, 11h30min e 14h30min, 16h30min e 19h30min, e 21h30min e 22h40min.

Clique aqui para ver os novos horários das linhas.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp. É só clicar aqui.

Além disso, os veículos voltarão funcionar aos sábados. Serão duas janelas: das 7h às 9h30min e das 11h às 13h30min. Até o fechamento deste texto os horários não haviam sido divulgados pela Blumob, responsável pelo serviço na cidade. Porém, de acordo com o diretor da empresa, Maurício Garotti, a atualização deve acontecer nas próximas horas.

Garotti também comentou, ao participar da transmissão ao vivo da prefeitura nesta terça-feira (15), que a empresa avalia iniciar a operação mais cedo aos sábados, a partir do dia 26, para atender os trabalhadores de indústrias. A mudança ainda não foi confirmada.

Segundo a análise feita pela empresa concessionária (Blumob) e Seterb, os horários escolhidos são quando há mais demandas. Desde que o serviço foi retomado, em 25 de agosto, o número máximo de usuários não chegou a 20% do que era observado antes da pandemia do coronavírus.

O serviço ficou interrompido de 18 de março até 14 de junho. Semanas depois da retomada, dispararam os números de casos, internações e mortes por Covid-19 em Blumenau. A partir de 14 de julho, os veículos foram obrigados a parar novamente, agora por 40 dias.

Coronavírus em Blumenau

Conforme dados atualizados pela prefeitura nesta terça, 12.437 moradores se infectaram até o momento. São 306 pessoas em tratamento ou isolamento. Nas UTIs a ocupação é de 21%, com 20 internados. Nas enfermarias há 22 pacientes (12%). Até o final da tarde desta terça, 145 mortes foram confirmadas no município devido às complicações da Covid-19. 

Colunistas