nsc
santa

Pandemia

Ônibus em Blumenau: tudo que você precisa saber sobre a volta do transporte coletivo

Serviço será retomado nesta segunda-feira

14/06/2020 - 13h48 - Atualizada em: 14/06/2020 - 17h43

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Usuários devem seguir regras para utilização do transporte coletivo em Blumenau
Usuários devem seguir regras para utilização do transporte coletivo em Blumenau
(Foto: )

Nesta segunda-feira (15) o transporte coletivo volta a circular em Blumenau após quase três meses suspenso por conta do decreto estadual de combate ao novo coronavírus. Porém, com a pandemia ainda não superada, diversas medidas foram adotadas para o retorno significar o menor risco possível de disseminação da doença. Confira abaixo algumas perguntas e respostas sobre como será o funcionamento por tempo indeterminado.

Todo mundo vai poder entrar no ônibus, incluindo os idosos?

Sim, todos podem utilizar o transporte coletivo. O que ocorre é que as gratuidades não serão permitidas. Ou seja, idosos e pessoas com deficiência que possuem o benefício só poderão entrar no ônibus se pagarem. A ideia, conforme a Blumob e a prefeitura, é desestimular a circulação de pessoas do grupo de risco da doença. Além disso, por tempo indeterminado, haverá a suspensão dos serviços de emissão de cartão para a melhor idade.

Posso usar o cartão de estudante?

Se você possui o cartão de estudante, pode utilizá-lo. Porém, levando em consideração que as aulas presenciais estão suspensas, será descontado o valor integral da passagem e não a metade, como ocorre normalmente.

Haverá a postergação do prazo de recadastramento estudantil para 60 dias da data de retorno das atividades do transporte, colaborando para evitar aglomeração. O mesmo vale para o recadastramento dos cartões gratuidade (pessoas com deficiência e outros). O prazo será prorrogado por 60 dias a partir da data de retorno das atividades do transporte.

Posso pagar em dinheiro?

Não, o pagamento em dinheiro está proibido por tempo indeterminado. O dinheiro será aceito apenas para acesso ao sistema nos terminais e para o pagamento de recargas na central de atendimento e nos terminais.

Não tenho o cartão, e agora?

Para poder utilizar o transporte, será necessário fazer o cartão. Clique aqui para solicitar o seu. Basta acessar o link, escolher a modalidade de cartão comum e preencher os dados solicitados. Depois, um e-mail de confirmação será enviado. Após isso ocorrer o cartão será produzido e o prazo para a retirada é de 48h.

O cartão poderá ser retirado conforme a escolha durante o cadastro, em qualquer um dos seis terminais ou na central de atendimento, que fica na Rua Ceará, 47, Centro, e abre das 8h até 17h. A primeira via é gratuita.

Que regras preciso seguir para usar o transporte coletivo?

Será obrigatório o uso de máscaras de proteção para todos os usuários, tanto dentro dos ônibus, quanto nos pontos, terminais e na central de atendimento. Dentro do veículo, é preciso respeitar a distância entre os demais passageiros, tanto nos assentos quanto no espaço livre para permanecer de pé.

Os dispensers de álcool em gel devem ser utilizados para higienização das mãos assim que o passageiro entrar no veículo. Recomenda-se evitar tocar no rosto e conversar, para não ter contato próximo sem necessidade.

Haverá a sinalização de solo nos terminais para o distanciamento físico, sendo obrigatório o respeito dessas delimitações.

Quais medidas foram adotadas para tornar os ônibus mais seguros em relação ao coronavírus?

Todos os veículos do transporte coletivo deverão trafegar obrigatoriamente com todas as janelas abertas e os funcionários que sejam do grupo de risco terão tratativa especial.

Todos os colaboradores utilizarão máscaras e, no caso dos cobradores, haverá ainda o uso de óculos de proteção. Álcool em gel também serão fixados em dispensers em todos os ônibus e terminais.

Quantas pessoas pode haver dentro de cada ônibus?

A lotação máxima está estipulada em 60% da capacidade total (incluindo sentados e em pé). Ou seja, em alguns modelos que cabem 102 passageiros, por exemplo, poderá haver simultaneamente 61 pessoas.

A tabela de horários permanece a mesma?

Os horários serão reduzidos porque a Blumob acredita que a demanda não será igual. Porém, garante que tudo será analisado diariamente para possíveis ajustes. Clique aqui para acessar a tabela de horários.

De segunda a sexta-feira a circulação ocorrerá normalmente, entre a madrugada e final da noite. Já aos sábados os coletivos operam até as 15h. Domingos e feriados não haverá transporte coletivo.

As linhas exclusivas para os profissionais da saúde permanecem disponíveis, com constante reavaliação de necessidade.

Posso entrar sem máscara?

Não, a orientação é que os motoristas não permitam a entrada de pessoas sem máscaras.

Quem vai fiscalizar a lotação? A lotação será fiscalizada pelo motorista e cobrador. Da catraca, o profissional pode orientar quanto à disposição das pessoas e o local onde elas devem permanecer, respeitando o distanciamento. Em horários de pico a Blumob vai disponibilizar mais de um ônibus para uma mesma linha no mesmo horário?

Fiscais nos terminais podem autorizar este tipo de ação se for necessário.

Posso viajar em pé ou só sentado?

Pode de ambos os jeitos, já que a lotação total permitida considera passageiros em pé e sentados.

As gratuidades e benefícios vão valer?

Não, apenas pagantes serão permitidos e com o uso do cartão de vale transporte (dinheiro está proibido).

E os corredores de ônibus?

Os corredores exclusivos, que até então estavam liberados para os demais motoristas, já que não havia transporte coletivo, voltam a ser somente dos ônibus.

Colunistas