nsc
    dc

    Investigação

    Operação da PM prende 22 suspeitos de tráfico de drogas em Florianópolis

    Também foram cumpridos 24 mandados de busca em apreensão, principalmente em bairros do Norte da Ilha

    17/04/2019 - 06h42 - Atualizada em: 17/04/2019 - 10h46

    Compartilhe

    Por Leonardo Thomé
    Operação cumpre 28 mandados de prisão em Florianópolis e Navegantes
    Ação teve início na madrugada desta quarta e se estendeu durante a manhã
    (Foto: )

    Uma operação realizada pela Polícia Militar (PM) na madrugada e manhã desta quarta-feira (17) prendeu 22 pessoas e aprendeu um adolescente em Florianópolis. Os policiais ainda estão nas ruas, na tentativa de cumprir mais seis mandados de prisão temporária expedidos pela Vara do Crime Organizado da Capital. Também foram cumpridos 24 mandados de busca em apreensão, principalmente em bairros do Norte da Ilha.

    Os crimes investigados pela PM e pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) são tráfico de drogas e organização criminosa. Os policiais que participaram da operação, porém, não descartam que os detidos tenham participação em outros crimes, como roubos, por exemplo. Os presos nesta quarta-feira, 16 homens e seis mulheres, são suspeitos de integrar a facção criminosa que nasceu em Santa Catarina e atua dentro e fora dos presídios.

    Na Ilha de Santa Catarina, a ação aconteceu nas Vilas União e Sapo, e nos bairros Ingleses, Rio Vermelho e Vargem do Bom Jesus, todas no Norte da Ilha. Policiais também fizeram buscas na Tapera, no Sul da Ilha, e na Trindade, região central de Florianópolis. A operação também atua no município de Navegantes, no litoral norte, mas por lá ainda não aconteceu nenhuma prisão.

    De acordo com o comandante do 21º Batalhão da PM, no Norte da Ilha, tenente-coronel Sinval Santos da Silveira Júnior, as prisões têm grande impacto no tráfico de drogas da região Norte da Ilha. Ele explica que agora os agentes se debruçarão sobre o material apreendido, incluindo documentos que podem comprovar a participação do bando com o tráfico de drogas e uma facção criminosa.

    A intenção da PM é robustecer as provas para pedir a conversão das prisões temporárias - prazo de 30 dias - em preventivas - sem prazo estipulado. Após esse trabalho de análise, o material será encaminhado à Promotoria que trata do crime organizado na Grande Florianópolis.

    — Além dessas prisões e apreensões de hoje, outras prisões e apreensões esporádicas ao longo dos últimos seis meses também serviram de complemento para a operação — afirmou Sinval.

    Dois veículos, um Honda Civic branco e um Clio preto, foram apreendidos na ação, além de dinheiro e drogas em quantidade não especificada. Os presos foram todos levados para o complexo penitenciário da Agronômica, em Florianópolis.

    Leia mais notícias de Florianópolis e do Vale do Itajaí

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas