nsc
    dc

    Polícia Civil

    Operação Marias prende 18 pessoas em SC por crimes de violência doméstica contra mulheres

    Balanço foi divulgado às 18h, mas ação ainda não havia encerrado no estado

    05/03/2020 - 18h19 - Atualizada em: 05/03/2020 - 18h29

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    operação marias
    (Foto: )

    Ao menos 18 pessoas foram presas até o final da tarde desta quinta-feira (5) em Santa Catarina, durante a Operação “Marias”, da Polícia Civil, que cumpre mandados de prisão e busca e apreensão contra autores de crimes de violência doméstica contra mulheres em todo o estado. O último balanço foi divulgado às 18h, mas a ação ainda não havia encerrado.

    A ação também fiscaliza o cumprimento das medidas protetivas de urgência concedidas pela Justiça às vítimas e ocorre em 11 cidades catarinenses.

    A intenção é reduzir os números de feminicídios e de violência contra a mulher. No ano passado, 58 mulheres morreram no Estado pela condição de gênero. Neste ano, até terça-feira (3) já tinham sido registrados oito feminicídios e uma mulher segue internada em estado grave de saúde em hospital de Lages, após ser atingida por um tiro no rosto, disparado pelo companheiro.

    A operação é idealizada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC), tem o apoio do Ministério da Justiça e ocorreu simultaneamente em vários Estados do país. O balanço parcial até as 18h desta quinta-feira indicava o cumprimento de 18 prisões, entre mandados de prisão e flagrantes, de 19 mandados de busca e apreensão e 974 medidas protetivas fiscalizadas.

    Como identificar um relacionamento abusivo

    Em Florianópolis, a DPCAMI cumpriu dois mandados de busca e apreensão. Numa delas, uma arma de fogo foi apreendida. Na Capital também foram cumpridos quatro mandados de prisão fiscalizadas 126 medidas protetivas de urgência.

    — As diligências de cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão, além das medidas de fiscalização, prosseguem nas delegacias, pois fazem parte da rotina diária de trabalho das Dpcamis — salientou a delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila.

    Em novembro, fase anterior da Operação Marias resultou no cumprimento de 68 prisões, 24 mandados de busca e apreensão e 1.218 medidas protetivas fiscalizadas.

    — Estamos intensificando todos os dias e agindo na proteção da mulher. A Polícia Civil e a Segurança Pública de Santa Catarina não admitem que a mulher seja vítima de agressões e tem que respeitar — diz o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e Delegado Geral da Polícia Civil em SC, Paulo Koerich.

    Cidades com mandados de prisão

    Palhoça - 2

    Florianópolis -11

    Laguna - 2

    Imbituba - 1

    Garopaba - 1

    São José - 1

    Balneário Camboriú - 1

    Lages - 2

    Joinville - 1

    Duas cidades não foram divulgadas.

    medidas
    (Foto: )

    Colunistas