nsc
dc

HENRIQUE BILBAO

Organizações orientadas por Dados 

O ciclo contínuo de dados, informação e conhecimento são a engrenagem para a tomada de decisão em diversos âmbitos da nossa vida, e nos negócios não seria diferente

12/04/2020 - 07h00

Compartilhe

Por Tech SC
tech
(Foto: )
henrique
(Foto: )

Os conceitos abordados por estudiosos da transformação digital falam diariamente sobre o uso de dados. Depois de tantas citações seu significado e aplicação pode ser confundido e para não restar nenhuma dúvida e explicar de vez por todas as oportunidades que os dados trazem para o nosso cotidiano, aqui vai um “manual básico sobre dados” que eu aprendi com o professor Dr. Aran Bey Tcholakian Morales, em minha pós-graduação em DataScience na Unisul.

O ciclo contínuo de dados, informação e conhecimento são a engrenagem para a tomada de decisão em diversos âmbitos da nossa vida, e nos negócios não seria diferente. Em suma, dados são o componente básico a partir dos quais uma informação é desenvolvida. São puramente sintáticos, ou seja, registros de transações que não possuem nenhuma tratativa que traz significado as coisas.

É a partir da análise destes dados que conseguimos realizar a interpretação dos dados em contexto (informação), estabelecendo relações, ressignificando conceitos pré-existentes e tirando conclusões que denominamos conhecimento.

piramide
(Foto: )

Podem ser consideradas fontes de geração e armazenamento de dados:

- BI;

- Analytics;

- Nuvem;

- ERP;

- CRM;

- Marketing digital;

- Networking;

- Entre outros.

Embora dados tenham um embasamento estatístico e preciso, é a partir da interpretação deles que abre-se espaço para discussões, uma vez que este trabalho está diretamente ligado a interpretação pessoal como, por exemplo, crenças, perspectivas, insights, intuições, vivências e experiências anteriores. Com o apoio de ferramentas analíticas como (BI e DS) a tomada de decisão é facilitada, pois estas auxiliam na interpretação, mas ainda há muitos desafios pela frente.

A partir daí é que podemos nos aprofundar no contexto em que as organizações são "orientadas por dados", ou seja, aquelas que utilizam os dados como um bem estratégico, e as análises de dados para entender as suas necessidades internas (ajustes de processos) ou externas (experiência do cliente) e evoluir seu posicionamento.

Seguindo estes preceitos, o objetivo primordial é que deixemos de ser/representar empresas que sejam resistentes aos dados e a velha frase "nós sempre fizemos assim", para nos tornarmos mais conscientes do potencial desta ferramenta, utilizarmos a coleta de dados como base para qualquer decisão estratégica, sabendo do seu valor intangível.

As empresas que entenderem a importância desta gestão e uso eficiente dos dados certamente se concentram nos resultados do seu passado com base na interpretação dos dados para identificar as oportunidades de melhoria e levar isso como aprendizado para seus próximos projetos.

Colunistas