Um paciente diagnosticado com câncer nos rins em Joinville terá o direito a uma consulta de urgência após decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública. Além disso, a sentença também prevê que o homem faça uma cirurgia urológica na rede pública de saúde caso seja necessário.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com os autos, após exames identificarem o problema de saúde, o paciente procurou fazer o tratamento imediato pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, não conseguiu ser internado porque a requisição de atendimento especializado foi inserida no sistema com classificação “não urgente”.

O erro gerou a inclusão do paciente em uma fila com mais de três mil pessoas na frente, de acordo com o processo. Segundo a Justiça, o município e o Estado não enviaram as informações requisitadas a respeito do ocorrido.

O juiz deferiu a tutela provisória de urgência e ordenou aos réus que, em prazo não superior a dez dias, submetam o paciente a consulta urológica na rede pública. Caso a ordem seja descumprida, serão adotadas medidas que assegurem o atendimento na rede particular, segundo os autos.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Carro é flagrado a 178 km/h em rodovia estadual no Norte de SC; limite é de 80 km/h

Dupla furta carro, foge da polícia e bate contra poste em Joinville

Operação corta rede de energia elétrica clandestina de quase 100 casas em Joinville

Destaques do NSC Total