O pagamento do 13º salário deve injetar R$ 13,3 bilhões na economia catarinense até o final de 2023, segundo informações do Departamento Intersindical de estatística e estudos econômicos (Dieese). O valor representa 4,6% do total do Brasil e 27,1% da região Sul.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Ao todo, estima-se que 4,2 milhões de pessoas recebam o 13º salário em Santa Catarina neste ano. No Brasil, são 87,7 milhões de pessoas beneficiadas. A média de valores estimada por trabalhador no Estado é de R$ 3.560,56, bem acima da média nacional de R$ 3.057.

Os empregados do mercado formal representam 63,4%, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 36,6%. O emprego doméstico com carteira assinada responde por 1%.

Por segmento, os valores são distribuídos da seguinte forma: os empregados formalizados ficam com 72,8% (R$ 9,6 bilhões), os beneficiários do INSS, com 20,5% (R$ 2,7 bilhões), os aposentados e pensionistas do Regime Próprio do Estado recebem 5,3% (R$ 703 bilhões) e os do Regime Próprio dos municípios, 1,4%.

Continua depois da publicidade

Para o cálculo do pagamento do 13º salário em 2023, o Dieese reúne informações de várias fontes, como Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, e ainda a Previdência Social.

Leia também

A história dos três amigos que fundaram uma gigante da tecnologia em SC

O médico que criou os primeiros trajes de surf no Brasil em um vilarejo sem luz em SC

Pequena cidade de SC é a melhor do Brasil para viver após os 60 anos

Destaques do NSC Total