nsc
    santa

    Luto

    Pais de vice-prefeito de Pomerode morrem com menos de um mês de diferença por Covid-19

    Prefeitura decretou luto oficial por três dias após a morte da mãe nesta quinta-feira (1)

    01/04/2021 - 17h01 - Atualizada em: 01/04/2021 - 17h43

    Compartilhe

    Por Daniel Nogueira
    Foram 25 dias de diferença entre as mortes
    Foram 25 dias de diferença entre as mortes
    (Foto: )

    Pais do vice-prefeito de Pomerode, Marcos Conrado Hass, o Chico, morreram vítimas de Covid-19 com um mês de diferença. Dona Léa Hoge Hass, de 82 anos, faleceu nesta quinta-feira (1), ela estava internada no Hospital Oase, em Timbó. Já o marido, Wigold Hass, de 86, morreu no dia 7 de março. 

    > Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp. Clique aqui.

    Os dois eram conhecidos na cidade do Médio Vale do Itajaí. Wigold era empreendedor e trabalhou por anos na Porcelana Schmidt, além de ter uma vida social ativa, com participação em diversas entidades culturais de Pomerode, como clubes de caça e tiro.

    Dona Léa era considerada uma mulher pioneira na cidade. Começou a trabalhar aos 14 anos de idade, em 1952, no cartório onde atuou por mais de 60 anos. Todos os funcionários que trabalharam com Léa a classificavam como uma pessoa dedicada e dinâmica. Os dois deixam dois filhos, quatro netos, um bisneto, entre outros familiares.

    O vice-prefeito, Chico Hass, disse que o luto dele não é somente pela perda familiar, mas por todas as pessoas que estão perdendo alguém nessa pandemia. 

    — Muitas vidas foram perdidas em consequência da Covid-19. Por maiores que sejam os esforços, o contágio é rápido, os efeitos devastadores. É uma luta desigual. O luto deixou de ser individual e familiar., passou a ser coletivo. Meu coração está devastado. O que me conforta é saber que meu pai foi um homem de caráter e conduta impecáveis. Minha mãe tem a sua história misturada a história de Pomerode. Deixou seu legado. Sua trajetória jamais será esquecida — relata. 

    A prefeitura de Pomerode decretou luto oficial por três dias, suspendendo as atividades administrativas e operacionais nesta quinta-feira (1), após a morte de Léa Hoge Hass.

    Estagiário sob supervisão de Brenda Bittencourt

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas