nsc
santa

Ônibus

Passageiros são surpreendidos com paralisação do transporte coletivo em Blumenau

Das 6h30min às 7h30min desta quinta-feira nenhum dos ônibus saiu do Terminal do Aterro, no Salto do Norte

01/02/2018 - 07h04 - Atualizada em: 01/02/2018 - 07h06

Compartilhe

Por Redação NSC
Muitas pessoas esperaram por carona fora do terminal no início da manhã desta quinta-feira
Muitas pessoas esperaram por carona fora do terminal no início da manhã desta quinta-feira
(Foto: )

Surpreendidos com a paralisação dos funcionários do transporte coletivo de Blumenau na manhã desta quinta-feira, passageiros protestaram a atitude do Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol). Quem estava a caminho do trabalho, da faculdade e de outros compromissos se atrasou com a parada de uma hora feita no Terminal do Aterro, no bairro Salto do Norte - um dos maiores terminais da cidade.

Quem passou por lá das 6h30min às 7h30min teve de esperar o retorno dos veículos nas ruas ou encontrar uma alternativa para chegar ao destino final. Muitos usuários esperavam por carona do lado de fora do terminal. Aline Bosing, 25 anos, e Ilse Bosing, 49 anos, aguardavam pelo marido de Aline que as levaria até o trabalho no Centro da cidade.

— Acho sacanagem fazer isso com os trabalhadores. É um absurdo, deviam ter avisado. Vamos chegar com atraso no trabalho — reclama Ilse que saiu da Rua Franz Volles às 6h10min e foi surpreendida com a paralisação.

Daniela aguardava por carona ao lado de outros passageiros
Daniela aguardava por carona ao lado de outros passageiros
(Foto: )

Durante o protesto dos funcionário do transporte coletivo, os ônibus continuavam chegando cheios de passageiros ao Terminal do Aterro. A cada nova parada, mais pessoas eram comunicadas sobre a paralisação. A assistente administrativa Daniela Machado chegou ao local às 6h50min e foi surpreendida.

— Não é errado reivindicar, eles estão corretos em fazer isso, mas o que a gente vai falar para o chefe quando chegar ao trabalho? Se avisar sobre a paralisação, tudo bem a gente se programa, pede uma carona, dá um jeito temporariamente, mas assim é complicado — reforça Daniela enquanto aguardava carona para chegar ao serviço, no Centro.

:: Leia mais notícias de Blumenau e região em santa.com.br

:: Trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau fazem paralisação do Terminal do Aterro

Colunistas