nsc
dc

Mobilidade

Patinetes e bikes: prefeitura de Florianópolis vai lançar edital para novas empresas

Empresa Grow, que operava as bicicletas e patinetes Grin e Yellow, enxugou a operação no Brasil e deixou Florianópolis e região

23/01/2020 - 10h54 - Atualizada em: 23/01/2020 - 11h05

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Grin patinetes
Estacionamento dos patinetes na Beira-Mar Norte, em Florianópolis, já está vazio
(Foto: )

O estacionamento das bicicletas e patinetes compartilhadas na Beira-Mar Norte em Florianópolis amanheceu vazio e com placas quebradas nesta quinta-feira (23). No Continente, o galpão onde os equipamentos ficavam estacionados durante à noite está fechado e com uma placa de "aluga-se". Sinais da saída da empresa Grow, que operava as marcas Grin e Yellow, que anunciou nesta quarta-feira (22) uma redução na operação no Brasil e o fim dos serviços em Florianópolis.

Na Capital catarinense desde o fim de 2018, a marca era a única a oferecer patinetes elétricas compartilhadas, além das bicicletas amarelas que também eram liberadas através de aplicativo. O fim do serviço de patinetes já é oficial — ficará no Brasil apenas em Curitiba (PR), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ) —, enquanto o das bicicletas ainda é incerto: a empresa diz apenas que retirou as bikes "temporariamente" para uma checagem da operação e segurança do serviço, mas todos os funcionários que a Grow tinha em Florianópolis já foram demitidos e não há sinais de que a operação seguirá. Segundo informações dos colaboradores, eram cerca de 50 pessoas e todas foram avisadas nesta quarta-feira, mas na segunda-feira a empresa já estaria solicitando aos funcionários que recolhessem os patinetes.

Em meio ao anúncio da empresa que trazia um discurso de modernização nas opções de mobilidade urbana da Ilha — que coincidentemente ocorreu em um dia de congestionamentos acima do normal na cidade —, a prefeitura de Florianópolis oficializou que até o fim de janeiro quer lançar um edital para captar novas empresas interessadas em fazer o serviço de compartilhamento de bicicletas ou patinetes.

A informação foi confirmada pelo Secretário de Mobilidade e Planejamento Urbano, Michel Mittmann. Ele diz que o edital já estava programado antes mesmo do anúncio da Grow, através do projeto de mobilidade que a prefeitura anunciou no ano passado. Pelo edital serão concedidos espaços públicos, como vagas de estacionamento, onde empresas interessadas vão poder montar a base de operações de compartilhamento. A prioridade é para bicicletas, mas qualquer outro meio de transporte poderá ser negociado.

Patinetes
Patinetes foram retiradas das ruas e guardadas no galpão da empresa. Equipamentos serão levados para as três cidades que ainda terão o serviço
(Foto: )

Diferentemente da operação da Grin e da Yellow, que estava focada no Centro da Ilha, Beira-Mar Continental e os arredores da UFSC e bairro Santa Mônica, o modelo da prefeitura não vai prever áreas específicas para a operação. A empresa interessada vai poder propor o serviço no Centro ou em bairros da mesma forma. O modelo já estava previsto no decreto da prefeitura que regulamentou a operação de patinetes e bicicletas compartilhadas em Florianópolis, publicado no ano passado.

Reembolso

Com o fim das operações em Florianópolis, a Grow já avisou que os usuários que tinham créditos não utilizados no aplicativo poderão pedir o reembolso.

O caminho divulgado é pelo botão de "ajuda" dentro do app ou pela central de ajuda no site: https://support.ongrin.com/hc/pt-br.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas