nsc
dc

Greve dos caminhoneiros

Pedestres e ciclistas fazem protestos em apoio aos caminhoneiros em SC

27/05/2018 - 12h36 - Atualizada em: 27/05/2018 - 16h02

Compartilhe

Por Redação NSC
Em Palhoça, manifestantes chegaram a interromper o trânsito
Em Palhoça, manifestantes chegaram a interromper o trânsito
(Foto: )

Com sete dias de paralisação de caminhoneiros o movimento grevista ganhou ainda mais apoio da população em Santa Catarina. Em todas as regiões catarinenses houve atos neste domingo com a presença de milhares de pessoas. Os grupos se juntaram aos grevistas na luta pela redução do combustível, além de cobrarem respostas à corrupção no Brasil. Até as 20h, o governo e a categoria não haviam chegado a um consenso nas negociações. Os caminhoneiros pedem a isenção de pagamento nos pedágios para os eixos suspensos, garantia de que o desconto de 10% no valor do diesel chegue na bomba e o reajuste no preço do diesel a cada 60 dias. Apenas a última reivindicação ainda não havia sido confirmada pela União.

Leia as últimas notícias sobre a greve dos caminhoneiros

Enquanto as partes negociavam, os catarinenses tomaram as ruas do Estado. Na Grande Florianópolis, manifestantes bloquearam a BR-101 em Palhoça. Centenas de pessoas foram para a rodovia a pé ou de bicicleta e pararam o fluxo de veículos por cerca de dez minutos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanhou a situação. Segundo policiais militares, o número de manifestantes era de em torno de 15 mil pessoas. No acesso à distribuidora da Petrobras, em Biguaçu, moradores das proximidades se juntaram aos caminhoneiros lá mobilizados há dias para um ato no final da tarde.

No Vale do Itajaí, moradores também se uniram aos grevistas, desta vez na BR-470, entre Blumenau e Gaspar. O grupo percorreu aproximadamente dois quilômetros de carro ou a pé. Em Blumenau manifestantes se reuniram em frente ao 23º Batalhão de Infantaria do Exército, no Distrito do Garcia.

Em Itajaí, pedestres, motoristas e ciclistas caminharam pela Beira-rio
Em Itajaí, pedestres, motoristas e ciclistas caminharam pela Beira-rio
(Foto: )

Em Itajaí, ciclistas e pedestres se juntaram aos motoristas de carros, caminhões e motos na Avenida Beira-rio, onde fizeram uma caminhada até a sede da Marinha do Brasil. O mesmo ocorreu em Criciúma, no Sul do Estado. Os joinvilenses se concentram na praça da Bandeira, no Centro da cidade, para protestar e seguiram até o 62º BI. Também houve manifestação de motoristas em frente a Prefeitura. Em Jaraguá do Sul, manifestantes se reuniram na praça Ângelo Piazera, no Centro da cidade e em seguida fizeram uma caminhada pelas ruas da cidade. No Planalto Norte, houve protesto em Mafra. Segundo a Polícia Militar, a manifestação iniciou por volta das 14h30min no Centro da cidade. Os manifestantes foram até o KM 7 da BR-116 em passeata.

Em Joaçaba, no Meio-Oeste, houve uma missa campal durante a tarde na BR-282 em homenagem aos caminhoneiros. Atos de apoio também ocorreram em Chapecó, Catanduvas, Capinzal e Campos Novos.

Colunistas