publicidade

Polícia
Navegue por

Violência

Polícia acredita que bandidos usaram fuzil AK-47 em assalto no Aeroporto de Blumenau

Suspeita é de que oito criminosos agiram no crime

14/03/2019 - 18h51 - Atualizada em: 14/03/2019 - 19h00

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
(Foto: )

A Polícia Civil de Blumenau suspeita que os bandidos que assaltaram um carro-forte na tarde desta quinta-feira no Aeroporto Quero-Quero portavam fuzis AK-47, um rifle automático produzido na Rússia.

A informação foi repassada pelo delegado regional Egídio Ferrari em entrevista coletiva concedida no local do crime. Os criminosos estavam fortemente armados e chegaram em dois carros por um hangar lateral do aeroporto, minutos antes de começar o tiroteio que terminou com uma pessoa morta e outras duas feridas.

– É um crime muito incomum, bastante grave, provavelmente o primeiro dessa proporção em Blumenau e em Santa Catarina, por conta da organização deles e pelo calibre das armas. Todos eram fuzis, provavelmente AK-47, calibre 762 – afirma Ferrari.

Há a suspeita de que ao menos oito bandidos participaram do crime, quatro em cada carro que acessou o Quero-Quero.

O tiroteio começou por volta das 15h15min desta quinta-feira em um dos hangares no Aeroporto de Blumenau. Um vídeo divulgado nas redes sociais registrou ao menos 50 disparos durante a ação dos criminosos, que visavam o dinheiro que havia chegado em um avião. Não há confirmação do valor levado.

Equipes das polícias Civil e Militar estão em operação à procura dos criminosos. Informações podem ser repassadas ao telefone 190.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação