nsc
    dc

    Ecstasy e MDMA

    Polícia Civil de Chapecó prende sete por tráfico interestadual de droga sintética 

    Droga vinha de Passo Fundo-RS para Chapecó. Polícia investiga se morte de jovem tem relação com o esquema

    15/12/2019 - 15h29 - Atualizada em: 15/12/2019 - 22h50

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Polícia investigava há meses o esquema de tráfico interestadual
    Droga que seria levada para festa em Chapecó foi apreendida neste final de semana
    (Foto: )

    Sete pessoas foram presas na madrugada deste domingo (15) em Chapecó, suspeitos de integrarem uma quadrilha de tráfico de drogas sintéticas, do Rio Grande do Sul para o Oeste de Santa Catarina. Os presos têm entre 20 e 30 anos. A polícia não divulgou os nomes, mas o grupo é formado por catarinenses, gaúchos e paranaenses.

    Eles foram detidos quando se preparavam para levar a droga para uma festa em Chapecó. Com eles a Polícia Civil encontrou 76 comprimidos de ecstasy e MDMA.

    De acordo com informações do delegado Rodrigo Moura, da Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil, os elementos de prova colhidos até agora já evidenciam a existência de um esquema de tráfico internacional e de organização criminosa.

    A polícia já investigava a quadrilha há vários meses. No dia 7 de setembro deste ano, dois traficantes com 259 comprimidos de ecstasy e dois tubos da substância conhecida como loló foram presos.

    As investigações prosseguiram e foi descoberto que a droga vinha de Passo Fundo (RS), passava por Erechim e abastecia festas de música eletrônica em Chapecó.

    A Polícia Civil identificou quatro pessoas e fez o flagrante neste final de semana. Os sete foram levados para o Presídio Regional de Chapecó. Um usuário foi conduzido para a delegacia e depois liberado.

    A Polícia Civil também investiga se uma morte ocorrida neste ano em Chapecó tem relação com o esquema criminoso. Mais detalhes serão repassados em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, às 10h, na Delegacia Regional de Polícia de Chapecó.

    A operação foi denominada "Leprechaun", que, na mitologia irlandesa, é um duende verde com um trevo de quatro folhas. Ele tem o poder de aparecer e desaparecer repentinamente e, quando capturado, pode indicar a localização de potes de ouro.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas