nsc
    hora_de_sc

    TRÁFICO DE ENTORPECENTES

    Polícia fecha laboratório de drogas sintéticas em residência de Palhoça 

    Quatro pessoas foram presas em flagrante no local

    07/12/2019 - 07h40 - Atualizada em: 07/12/2019 - 07h42

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação Hora
    Além dos materiais utilizados para confecção de ecstasy, cocaína, maconha e outros e medicamentos abortivos foram apreendidos
    Além dos materiais utilizados para confecção de ecstasy, cocaína, maconha e outros e medicamentos abortivos foram apreendidos
    (Foto: )

    Um laboratório de drogas sintéticas foi descoberto em Palhoça, pela Polícia Civil, e fechado na tarde dessa sexta-feira (6). A equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) agiu quando uma prensa para confecção de comprimido de ecstasy chegou ao local. A máquina havia sido adquirida recentemente pelo grupo criminoso.

    Na ação, quatro pessoas foram presas em flagrante, por tráfico de drogas. A ação ocorreu no bairro São Sebastião. Segundo o delegado Cláudio Monteiro, as investigações ocorreram durante dois meses.

    — Durante a abordagem, além da prensa, também foram localizados cocaína, maconha e outros materiais utilizados para a fabricação da droga e medicamentos abortivos — relatou o delegado.

    Os presos e os materiais foram encaminhados para a DEIC em São José para a formalização do auto de prisão em flagrante das quatro pessoas (dois homens e duas mulheres).

    Terceiro laboratório fechado em 2019

    Conforme o delegado Monteiro, este é o terceiro laboratório de droga sintética fechado pelos policiais da DRE somente no ano de 2019. A DRE-DEIC conta com a colaboração da sociedade. Denúncias e informações relacionadas ao tráfico de drogas podem ser dadas aos telefones (48) 3665-9500, no WhatsApp (48) 98844-0011 ou no disque-denúncia 181 da Polícia Civil, sendo garantido o anonimato.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas