nsc
dc

Suspeita de homicídio

Polícia investiga morte de haitiano na BR-101, em São José 

Imagens de câmera de videomonitoramento da rodovia mostram que homem foi empurrado antes de ser atropelado por caminhão, diz polícia 

07/06/2019 - 17h35 - Atualizada em: 07/06/2019 - 19h00

Compartilhe

Por Guilherme Simon
kerby tingue
O haitiano Kerby Tingue, 32 anos, morreu atropelado após ser empurrado, na BR-101, em São José
(Foto: )

A Polícia Civil abriu inquérito nesta sexta-feira (7) para investigar a morte do haitiano Kerby Tingue, 32 anos. Kerby morreu após ser atropelado por um caminhão, no Km 192 da BR-101, no bairro Barreiros, em São José, na Grande Florianópolis, na madrugada de segunda-feira (3).

Segundo o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, Manoel Galeno, um vídeo mostra que Kerby foi empurrado antes do atropelamento.

— Tivemos acesso às imagens das câmeras de videomonitoramento da rodovia e elas mostram a vítima sendo empurrada por uma pessoa antes de ser atropelada. Ainda não é possível identificar quem empurrou e nem se havia outras pessoas no local. Estamos iniciando a investigação hoje — afirmou o delegado Galeno em entrevista na tarde desta sexta.

De acordo com a assessoria de imprensa do Instituto Geral de Perícias (IGP), o corpo de Kerby está no Instituto Médico Legal (IML) de Florianópolis. Ele foi reconhecido por amigos no mesmo dia do atropelamento.

Kerby era mecânico e trabalhava numa empresa de transportes. Ele também era estudante do curso de Inglês do Instituto Estadual de Educação.

Colunistas