nsc
an

publicidade

Segurança 

Polícia Militar de Jaraguá do Sul prendeu mais de 1.800 pessoas no ano passado 

 O 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) apresentou o levantamento de prisões nas cinco cidades atendidas pela unidade 

01/02/2019 - 08h39 - Atualizada em: 01/02/2019 - 08h45

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
Foram 1.806 detenções em cinco regiões durante 2018
(Foto: )

O 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM), responsável por cinco municípios do nordeste catarinense, apresentou o levantamento do número de pessoas detidas em 2018. Segundo a estatística, foram presas 1.806 pessoas em Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Schroeder e Corupá.

As prisões mais recorrentes são de acusados entre 25 a 34 anos, que somaram 474, seguido por pessoas entre 18 e 24 anos, que totalizaram 419. Já em relação às apreensões de menores de idade, foram contabilizados 384.

O tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, comandante do 14º Batalhão, lembra como são feitas as apreensões dos menores de idade.

- Eles têm uma situação diferenciada, sendo apreendidos, de acordo com o Instituto da Criança e do Adolescente. O que não deixa de ser uma espécie de detenção, que nós fazemos também – completa.

Ainda de acordo com a estatística, foram 326 presos entre 35 a 44 anos; 45 a 59 anos foram 168; e 35 detenções de idosos acima de 60 anos.

O levantamento também apontou a qualificação dos crimes flagrados: 130 dizem respeito a infrações de trânsito, como embriaguez ao volante; 277 prisões aconteceram por acusação por tráfico de drogas e 1158 detidos por posse ou uso de drogas.

O 14º Batalhão também identificou que, em 2018, a Polícia Militar efetuou a prisão de 153 suspeitos de cometerem furtos em residências ou a estabelecimentos comerciais. Na maior parte dos casos, conseguiu recuperar os pertences furtados.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade