nsc
dc

Irregularidades

Posto que vendia etanol como gasolina é interditado pelo Procon em SC

Ação do Procon interditou e pediu a suspensão do alvará de dois postos em Laguna, no Sul do Estado

05/06/2020 - 05h00

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Posto interditado
(Foto: )

Uma ação do Procon interditou e pediu a suspensão do alvará de funcionamento de dois postos de combustíveis em Laguna que vendiam gasolina adulterada. A operação ocorreu nesta quinta-feira (4) após os postos passarem por fiscalização da Agência Nacional do Petróleo (ANP) que constatou as irregularidades.

Em um dos postos interditados, que não teve o endereço divulgado pelo órgão, a gasolina vendida era composta 100% por etanol. Ou seja, o estabelecimento vendia etanol no lugar da gasolina. O Procon interditou e pediu a suspensão do alvará do local por cinco anos.

- É inadmissível que o consumidor seja lesado desta forma, adquirindo um produto e levando outro. Isto é, além de tudo, má fé do estabelecimento - destacou o diretor do Procon-SC, Tiago Silva.

Em outro posto em Laguna a gasolina comercializada era composta por 30% de gasolina, o que também está acima dos valores permitidos.

Conforme a ANP, é aceitável a gasolina ter entre 25% e 29% de etanol na composição. O objetivo da mistura é diminuir os poluentes e também melhorar a limpeza interna do motor. A falta ou excesso de álcool em relação aos limites estabelecidos, como o encontrado nos postos interditados, compromete a qualidade do produto que chega aos consumidores.

Colunistas