nsc
santa

Perigo

Praia de SC está entre os 10 lugares no mundo com mais mortes por selfies

Uma professora morreu este ano no local ao tentar fazer uma foto de si mesma

29/10/2021 - 15h38 - Atualizada em: 29/10/2021 - 16h29

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Cenário é bonito, mas exige cuidado dos visitantes
Cenário é bonito, mas exige cuidado dos visitantes
(Foto: )

Uma lista divulgada nesta semana mostra que um dos 10 locais com mais mortes no mundo por causa de selfies está em Santa Catarina. O Costão da Ponta do Vigia fica na cidade de Penha, no Litoral Norte do Estado, e é o único do Brasil a figurar no ranking. Foi nesta praia que a professora Soliane Luiza perdeu a vida em janeiro ao sofrer um acidente enquanto tirava fotos de si mesma. O levantamento está no site O Globo.

> Receba notícias de todo o Vale do Itajaí direto no Whatsapp.

De acordo com o estudo publicado pela revista científica Journal of Travel Medicine, 379 ocorreram no mundo entre janeiro de 2008 e julho de 2021 durante clicks em situações perigosas. O número estava em queda desde o início da pandemia da Covid-19, mas voltou a subir com a melhora da situação epidemiológica. Somente nos sete primeiros meses de 2021, o levantamento aponta 31 mortes relacionadas a selfies. 

Professora chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu
Professora chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu
(Foto: )

Soliane faz parte desta estatística. A professora de 28 anos faleceu ao cair do Costão da Ponta da Vigia na tarde do domingo de 17 de janeiro. Ela chegou a ser resgatada pelos bombeiros, mas não resistiu. O episódio confirma outra situação constatada no estudo conduzido por pesquisadores da Fundação iO, especializada em medicina tropical e do viajante. A maioria das mortes não é de turistas.

Nos 12 anos de pesquisa, 141 das vítimas eram turistas e 238, moradores da região. Soliane residia na cidade vizinha de Navegantes. 

O ranking

O país que mais registrou mortes por selfies foi a Índia, com 100 casos. No segundo lugar vem Estados Unidos, com 39, e na terceira posição a Rússia, com 33. O Brasil ocupa o quinto lugar da lista, que conta com mais de 50 países, com 17 casos identificados durante o período analisado. Os 10 lugares no mundo em que mais ocorreram mortes por selfies de risco foram:

  • Cataratas do Niágara, na divisa entre os EUA e Canadá;
  • Catarata de Mlango, no Quênia;
  • Taj Mahal e o vale de Doodhpathri, na Índia;
  • Arquipélago de Langkawi, na Malásia;
  • Montes Urais, na Rússia;
  • Charco del Burro, na Colômbia;
  • Ilha Nusa Lembongan, na Indonésia;
  • Glen Canyon, nos EUA;
  • Costão da Ponta do Vigia, Penha, em Santa Catarina, no Brasil.

Alerta dos bombeiros

O acesso ao Costão da Ponta do Vigia é fácil e pode ser feito de carro, por uma estrada que leva ao mirante. Segundo o coordenador de praia dos bombeiros em Penha, Helber Braga, a prefeitura chegou a instalar placas orientando os visitantes e cercas foram colocadas para delimitar o acesso seguro das pessoas.

O problema, segundo ele, é que muitas vezes os visitantes desrespeitam as sinalizações e pulam as cercas para fazer fotos nas áreas de pedras, pescar e até praticar rapel. Aí acabam caindo ou são surpreendidos pela maré. Nos quatro anos que trabalha na região, conta ter visto diversos acidentes no local. 

Não há posto de guarda-vidas na praia do costão, mas vários problemas poderiam ser evitados com cuidados básicos, aponta Braga ao citar a atenção às normas já estipuladas e indicadas no acesso ao costão.

A prefeitura de Penha emitiu nota de repúdio contra o estudo. 

Leia também

> Conheça em fotos as 12 praias de Santa Catarina com selo Bandeira Azul

> Alargamento da praia em BC entra na reta final; veja o passo a passo

> Veja as 5 melhores praias de Santa Catarina para ir no verão

Colunistas