nsc
santa

Mais segurança

Prainha ficará fechada para carros à noite e ganhará nova iluminação em Blumenau

Pedidos feitos por moradores da Ponta Aguda em abaixo-assinado foram aceitos pela prefeitura de Blumenau

21/03/2017 - 11h51 - Atualizada em: 21/03/2017 - 12h10

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

As reclamações frequentes sobre a segurança na Prainha desde que ela foi reaberta para o público devem ganhar um alento em Blumenau na semana que vem. Moradores do bairro Ponta Aguda e outros usuários do tradicional espaço assinaram um abaixo-assinado entregue nesta segunda-feira ao prefeito Napoleão Bernardes e um grupo de secretários da prefeitura com uma série de demandas por mais segurança na região, que tem sido ponto de encontro durante a noite para carros com som alto e consumo de álcool e drogas.

A resposta da prefeitura foi rápida e logo no dia seguinte à reunião com os moradores, já há a confirmação de novidades para a Prainha a partir da semana que vem. De acordo com o secretário de Conservação e Manutenção Urbana, Marcelo Schrubbe, a partir da próxima segunda-feira a praça ficará fechada para o acesso de automóveis entre 22h e 6h e ganhará nova iluminação em pontos perto do rio Itajaí-Açu e da concha acústica. Não há como fechar o local para acesso de pedestres à noite, mas haverá uma placa e algum obstáculo físico - cancela ou corrente - impedindo a passagem de veículos.

- Os pedidos feitos pela comunidade procedem e já vamos tomar essas ações, que são paliativas enquanto o município aguarda verba para uma reforma no local - explica Schrubbe.

Uma terceira medida de segurança proposta pelos moradores era a instalação de câmeras de segurança na Prainha. De acordo com o secretário, o poder público não tem dinheiro para fazer a instalação, mas combinou uma parceria com os moradores e a Polícia Militar. A comunidade irá levantar os recursos para aquisição e instalação da câmera, que entrará no contrato de manutenção da prefeitura e será monitorada pela PM.

Para os moradores, as boas notícias vêm após alguns meses de convivência com problemas e insegurança nos arredores da Prainha. Um local propício para uso comum entre toda a comunidade estava sendo afastado de algumas famílias pelo incômodo com as situações relatadas. Emmanuel Antônio Silvério dos Santos, um dos responsáveis pelo abaixo-assinado encabeçado pelos síndicos de prédios na região diz que os moradores já estavam com medo de frequentar a Prainha.

- O abaixo-assinado teve a participação de centenas de pessoas, e não só moradores da Ponta Aguda. Pessoas de outros bairros que gostariam de mais segurança para usufruir do espaço também assinaram. O pedido foi muito bem aceito pela prefeitura - diz.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

Colunistas