nsc

    Prorrogação

    Prazo maior para chamar aprovados em concurso da Educação será levado ao governo de SC

    Processo seletivo, que se encerra em 2019, seria prorrogado por mais dois anos 

    29/07/2019 - 11h33 - Atualizada em: 29/07/2019 - 15h36

    Compartilhe

    Leandro
    Por Leandro Lessa
    No início deste ano, foram 911 novos professores convocados para a rede estadual de ensino de Santa Catarina
    No início deste ano, 911 novos professores foram convocados para a rede estadual de ensino em SC
    (Foto: )

    O secretário de Estado de Educação (SED-SC), Natalino Uggioni, pretende conversar com o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, a fim de pedir para que o processo seletivo realizado pela pasta em 2017, que teria o prazo encerrado este ano, seja prorrogado por mais dois anos. Duas chamadas já foram feitas de aprovados no concurso público, sendo que a última foi assinada em janeiro deste ano, com a nomeação de 911 profissionais efetivos para a rede estadual de ensino.

    — Como temos a previsão de que, no ano que vem, alguns funcionários vão entrar para a inatividade, precisamos trabalhar com a perspectiva de recompormos o quadro. Levaremos isso para a decisão colegiada e à palavra final do governador — declarou o secretário, em entrevista à CBN Diário nesta segunda-feira (29).

    São mais de 9,6 mil aprovados no processo. Porém, segundo o secretário, ainda não há como estabelecer a quantidade de novos convocados com a possível extensão do prazo. Esse número deverá ser confirmado até o final deste ano. De acordo com a SED, o quadro atual do magistério conta com 18.402 servidores efetivos ativos e 22.272 educadores ACTs, além de 454 funcionários do quadro civil.

    Ouça a entrevista com o secretário Natalino Uggioni:

    Novo programa

    No dia marcado pela volta às aulas na rede estadual de ensino em Santa Catarina, o governo formaliza a entrega de equipamentos de tecnologia para 1.071 unidades, dentro do programa Minha Nova Escola. A destinação e utilização desses itens serão divulgadas durante uma cerimônia nesta segunda, às 13h30min, no Instituto Estadual de Educação, em Florianópolis.

    Entre os 16 mil equipamentos anunciados pelo governo, estão computadores e louças digitais, além de 171 gabinetes móveis de recarga para notebooks e tablets. A meta da Secretaria de Educação é de ter laboratórios para acesso a internet de banda larga e equipamentos de tecnologia disponível para alunos e professores em todas as unidades da rede.

    — Esses equipamentos contemplam, entre outras ações, investimentos em inovação na sala de aula para que tenhamos nossas escolas instrumentalizadas para promover um melhor processo de ensino e aprendizagem — declarou o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, como uma tentativa de aproximar os educadores do mundo dos jovens estudantes.

    Ainda dentro do programa, está prevista a aquisição de ônibus escolares e acervo para as bibliotecas. Os recursos são do Estado e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), do Governo Federal, num total de R$ 1,2 bilhão. Este valor está previsto para ser utilizado no segundo semestre letivo. Até 2022, haverá novos investimentos a cada ano, segundo a secretaria.

    Já sobre as obras de infraestrutura, a pasta anuncia que se trata de uma ação continuada, com contratos de reforma para 292 unidades da rede estadual e outras 611 em processo de contratação, para que os trabalhos ocorram nos próximos anos.

    *Colaborou Mateus Boaventura

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Educação

    Colunistas