A prefeitura de Florianópolis divulgou que está trabalhando em conjunto com a Polícia Militar e a Polícia Civil para identificar e punir os responsáveis por festas e eventos particulares na cidade nos últimos dias. Os eventos, que juntaram aglomerações de pessoas furando a quarentena pelo coronavírus, foram denunciados pelas redes sociais.

Continua depois da publicidade

> Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

O foco inicial é identificar os proprietários de casas em Jurerê Internacional, Cacupé e Lagoa da Conceição, onde teriam ocorrido as festas denunciadas. Os eventos, mesmo que particulares, desrespeitam o decreto de quarentena da prefeitura de Florianópolis e também do Governo do Estado.

Segundo a prefeitura, as informações apuradas serão passadas ao Ministério Público, que pode punir os responsáveis com ações civis. Penalidades sanitárias também podem ser impostas, com multa de até R$ 2.500,00.

– A Prefeitura de Florianópolis tem adotado diversas medidas para conter a disseminação do Covid-19. É importante destacar que não vamos deixar pessoas que descumprem os decretos sem as devidas penalidades. Sempre que as situações forem apuradas e confirmadas, nós iremos autuar – afirmou diretora de Vigilância em Saúde da Capital, Priscilla Valler dos Santos.

Continua depois da publicidade

Conforme a prefeitura, quatro estabelecimentos na Capital já foram multados por estarem desrespeitando as normas da quarentena. Em caso de reincidência o valor da multa é dobrado e os locais podem ser interditados.

As denúncias de descumprimento podem ser feitas pelo 190 da Polícia Militar ou pelo 153 da Guarda Municipal de Florianópolis.

Destaques do NSC Total