publicidade

Cotidiano
Navegue por

Acidente 

PRF admite que recebeu denúncia de veículo envolvido em acidente na BR-470 em Gaspar 

Conduta dos policiais rodoviários da unidade de Blumenau será apurada 

23/02/2019 - 16h29 - Atualizada em: 24/02/2019 - 16h32

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
(Foto: )

O Núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nota oficial no início da tarde deste sábado (23) sobre o acidente grave, que resultou na morte de duas jovens, na BR-470 em Gaspar.

A PRF confirma que recebeu na central duas ligações anônimas sobre um veículo Jaguar que estaria transitando pela rodovia federal. Os agentes não teriam abordado o veículo, pois segundo a denunciante o carro estava entre Indaial e Ascurra, vindo em direção ao litoral.

Segundo a nota, os agentes consultaram a placa repassada e ela não coincidia com um Jaguar, que provavelmente a ligação não estava boa e isso dificultou a identificação do veículo.

A PRF aponta que os inúmeros trotes que recebem acabam por diminuir a credibilidade das denúncias. Na nota, órgão ainda admite que, neste caso, uma abordagem poderia ter evitado o acidente que resultou em duas mortes, além de mais uma pessoa ferida gravemente.

A PRF confirmou que o motorista estava embriagado após fazer o teste de alcoolemia, que acusou 0,72 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

A conduta dos policiais rodoviários da unidade de Blumenau será apurada.

Confira nota da PRF na íntegra

Em relação ao acidente ocorrido hoje de manhã na BR 470, em Gaspar, envolvendo um Fiat Pálio e um Jaguar, a PRF informa que o acidente foi causado pelo motorista do Jaguar, o qual fez o teste de etilômetro e o resultado foi 0,72 mg de álcool por litro de ar. O motorista foi preso em flagrante e conduzido para a Polícia Civil de Blumenau.

Em relação à denúncia de que os policiais de Blumenau não abordaram o Jaguar, a PRF confirma que um usuário não identificado ligou duas vezes para nossa Central e conversou com os policiais de Blumenau. O usuário afirmou que o veículo estava entre Indaial e Ascurra, vindo em direção ao litoral. A unidade operacional da PRF de Blumenau fica a aproximadamente 40 km de distância do local e, normalmente, os veículos não passam na frente do posto da PRF de Blumenau: eles entram antes em direção a Blumenau.

Além disso, os policiais consultaram a placa repassada e esta não batia em um Jaguar, provavelmente porque a ligação não estava boa. A PRF informa que não viu qualquer pessoa parar na Unidade Operacional de Blumenau para denunciar pessoalmente. Infelizmente várias pessoas ligam para a PRF prestando informações falsas ou trote, o que acaba por diminuir a credibilidade das denúncias.

No caso de hoje, infelizmente a denúncia era verdadeira e a ação da pessoa que fez a denúncia foi correta e poderia ter evitado o acidente. A PRF lamenta o desencontro de informações, mas deixa claro que os policiais rodoviários federais têm como maior objetivo a proteção à vida.

O mais importante desta ocorrência é a sensação de que, infelizmente, a ingestão de bebida alcoólica por motoristas continua a fazer parte da rotina da nossa sociedade.

A PRF se solidariza com a família das vítimas. A PRF vai apurar a conduta dos policiais rodoviários federais da Unidade Operacional de Blumenau.

Núcleo de Comunicação Social

PRF/SC"

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação