nsc
santa

Investigação

Primeira reunião da CPI do transporte coletivo de Blumenau mostra que Alemão (PSL) tem pressa

Primeira reunião da comissão ocorreu na tarde desta quarta-feira (28)

28/07/2021 - 14h03

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Encontro durou cerca de 15 minutos e serviu para definir presidente e relator
Encontro durou cerca de 15 minutos e serviu para definir presidente e relator
(Foto: )

A primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada para apurar o contrato entre a prefeitura de Blumenau e a Blumob — empresa concessionária do transporte coletivo na cidade — durou cerca de 15 minutos, mas foi o suficiente para deixar claro que o vereador Carlos Wagner (PSL), o Alemão da Alumetal, tem pressa em ouvir autoridades envolvidas no caso. 

Assim que os trâmites protocolares da sessão foram encaminhados, ele tratou de listar as quatro primeiras pessoas que irá convocar com esclarecimentos. Os nomes citados são Fabrizio Barbieri, secretário de Trânsito e Transportes; Heinrich Pasold, diretor da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (Agir); Jeckeline Maria Sartor, diretora de Vigilância em Saúde; e Paulo Sérgio Coelho, da Blumob.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Alemão será o presidente da comissão, atendendo uma manifestação dele mesmo e também a ausência de outros vereadores interessados na posição. Alexandre Matias e Marcelo Lanzarin justificaram que como Alemão é propositor da CPI, o mais justo é que ele comande os trabalhos. Alexandre Matias (PSDB) será o relator e pediu que antes das deliberações, como definir nomes para oitivas, seja feita votação.

Matias, acompanhado de Lanzarin, reforçou ainda que antes de começar a coleta de depoimentos, é preciso analisar os contratos entre a prefeitura e a Blumob, bem como os projetos aprovados na Câmara de Vereadores, permitindo o contrato entre as duas partes. Assim os parlamentares esperam terem condições de fazer questionamentos mais embasados aos convocados. 

A próxima reunião da CPI será no dia 4 de agosto, às 13h30min. Todos os encontros serão presenciais, abertos ao público e com transmissão pela internet, frisou Alemão. Os encontros devem ocorrer uma vez por semana, mas podem ser ampliados caso haja necessidade.

Leia também

> Estado avalia retirar oferta de R$ 350 milhões para rodovias federais

> Moisés vai lançar “promessômetro” da gestão em SC

Colunistas