nsc

    Fiscalização

    Procon de Florianópolis notifica 35 postos por preço abusivo de combustíveis: "Não vamos permitir"

    Rodrigo César Cássio, gerente de fiscalização, fala sobre as abordagens na Capital

    07/04/2020 - 16h53

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Procon de Florianópolis fiscaliza prática de preços abusivos pelos postos de combustíveis
    Procon de Florianópolis fiscaliza prática de preços abusivos pelos postos de combustíveis
    (Foto: )

    O Procon de Florianópolis, vinculado à prefeitura, fiscaliza os valores de combustíveis na Capital, que tem o índice de custo mais alto de Santa Catarina. Em trabalho iniciado nesta segunda-feira (6), 35 postos já foram notificados pela prática de preços abusivos. O assunto é tratado como prioridade pelo prefeito Gean Loureiro, que determinou a intensificação do combate às irregularidades durante a pandemia.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    — Nós não podemos aceitar a manutenção dos valores dos combustíveis mesmo com a diminuição feita pelos fornecedores. Não vamos permitir nem pactuar com esta situação. Estamos muito preocupados, ninguém vai aceitar que empresários do setor ganhem dinheiro nas costas da população neste momento. Vamos ficar de olhos abertos, não viemos para brincar — afirma Rodrigo César Cássio, gerente de fiscalização.

    Ouça a entrevista com o gerente de fiscalização do Procon de Florianópolis:

    A fiscalização feita na Capital encontrou postos de combustíveis cobrando até R$ 4,29 pelo litro da gasolina nesta segunda e terça-feira. O preço ajustado nas bombas a partir das reduções vindas dos fornecedores fica em torno dos R$ 3,98. O telefone para contato e denúncias ao Procon de Florianópolis é o (48) 3131-5300.

    Saiba tudo sobre o coronavírus no NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Economia

    Colunistas