nsc

Interdição

Procon fecha posto de combustível em Florianópolis

Ação faz parte da segunda fase da Operação Bomba Suja

16/04/2020 - 10h34 - Atualizada em: 22/04/2020 - 13h45

Compartilhe

Mateus
Por Mateus Boaventura
.
(Foto: )

O Procon de Santa Catarina interditou nesta quinta-feira (16), por tempo indeterminado, um posto de combustível em Florianópolis que comercializava gasolina adulterada. A ação faz parte da segunda etapa da operação Bomba Suja, que combate a adulteração de bombas e combustíveis.

>> Gasolina pode ser encontrada ao preço de R$ 3,56 em Santa Catarina, segundo a ANP

— Cada caso que for comprovado o abastecimento e o problema no motor do carro, ele (o posto) tem que restituir esses consumidores. E um alerta que eu faço: peça o cupom fiscal após abastecer, porque depois o Procon identifica que aquele posto está vendendo gasolina adulterada e o cupom é necessário para provar na justiça — alertou o diretor do Procon de Santa Catarina, Tiago Silva.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a adição de etanol anidro à gasolina deve ser feita com um porcentual de 27%, podendo variar em um ponto percentual para mais ou para menos.

O objetivo da adição do etanol na gasolina é diminuir os poluentes e também melhorar a limpeza interna do motor. A falta ou excesso de álcool em relação aos limites estabelecidos pela ANP, como o encontrado no posto interditado, compromete a qualidade do produto que chega aos consumidores.

Operação Bomba Suja

Nesta fase da operação, foram notificados 19 postos em todo o Estado com bombas desreguladas, ou seja, marcando um valor diferente do que era colocado no tanque de combustível.

Em Florianópolis, sete postos foram pegos cometendo esta prática.

Confira a lista das cidades onde os postos foram notificados:

São José – 1 posto

Florianópolis – 7 postos

Camboriú – 3 postos

Blumenau – 2 postos

Antônio Carlos – 1 posto

Morro da Fumaça – 3 postos

Imbituba – 1 posto

Gaspar – 1 posto

> > Levantamento do Procon/SC aponta redução de 4% no preço da gasolina em Florianópolis

Colunistas