nsc
    nsc

    Unisul apresenta

    Profissões do futuro: saiba quais são e como se preparar para elas 

    Para estar preparado para o mercado de trabalho do futuro, é preciso começar a investir em si mesmo no presente. Entenda o que os especialistas da Unisul pensam sobre o assunto

    09/07/2020 - 14h42 - Atualizada em: 10/07/2020 - 10h19

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Profissões do futuro: saiba quais são e como se preparar para elas
    (Foto: )

    Em janeiro de 2020, o Fórum Econômico Mundial listou 96 profissões do futuro, nas áreas de Saúde, Inteligência de Dados e Artificial, Engenharia e Computação em Nuvem, Economia Verde, Pessoas e cultura e Vendas, Marketing e Conteúdo.

    Com isso, surge a questão: como um estudante pode se preparar para uma profissão do futuro? A resposta está nos cursos do presente.

    Saúde: qualidade de vida e aprendizado contínuo

    Esses dois pontos estarão cada vez mais presentes nas profissões da área da saúde. De acordo com o Coordenador do Curso de Medicina da Unisul, Rodrigo Dias Nunes, a inovação e as novas ferramentas de telemedicina, webconferências e realidade virtual vão exigir ainda mais dos estudantes:

    — É preciso entender que a educação médica não tem um dia para terminar, o indivíduo que opta por seguir essa vocação assume uma responsabilidade constante e contínua de aprendizado e compartilhamento de informações e experiências — afirma.

    Além disso, a área da saúde de uma forma geral deve priorizar a busca pela qualidade de vida das pessoas.

    — O curso de Fisioterapia prepara o estudante para promover a saúde, prevenir e tratar disfunções. Ele aprende métodos e técnicas de intervenções fisioterapêuticas que buscam a melhora da função e funcionalidade e qualidade de vida do paciente de forma integral — diz a Coordenadora dos cursos de Fisioterapia e Enfermagem da Unisul, Luana Meneghini Belmonte, que também acredita que a segurança nos atendimentos será mais valorizada a partir de agora e será prioridade nas aulas.

    Os dados e a nuvem: focos das profissões tecnológicas

    Profissões relacionadas a dados, à programação e ao desenvolvimento de sites e softwares estão em peso na lista do futuro. Para a Coordenadora dos cursos de Sistemas de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Sistemas para Internet da Unisul, Vera Niedersberg Schuhmacher, os novos perfis profissionais são acrescentados diariamente em função da transformação digital, e os cursos ofertados pela Unisul contemplam as necessidades do mercado, incorporando assuntos inovadores e a perspectiva tecnológica:

    — Essa combinação se reflete na forte absorção de nossos alunos pelas empresas de tecnologia da Grande Florianópolis. O maior desafio do profissional da área de TI será o entendimento de que as transformações e inovações proporcionadas pela tecnologia da informação exigem habilidades e competências técnicas, emocionais e comportamentais que precisam ser desenvolvidas por meio da educação continuada, ao longo da vida — diz ela, mostrando que essa é mais uma área em que o aprendizado não se limita aos anos de graduação.

    Economia Verde e a sustentabilidade

    A sustentabilidade já é um tema cotidiano em todo o mundo. A necessidade de inseri-la no dia a dia criará espaços cada vez maiores para os profissionais da área no futuro.

    — A área de atuação do Engenheiro Ambiental deve ser ampliada no pós-pandemia, pois o mercado de trabalho demandará profissionais capazes de lidar com saneamento, controle de poluição e energias alternativas e renováveis. O curso trabalha questões ligadas às tecnologias mais recentes da nossa área de atuação, que permitem ajustar o uso dos recursos ambientais a favor da qualidade de vida do homem, harmonizando os processos de crescimento com desenvolvimento sustentável — opina o Coordenador do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unisul, Anderson Soares André.

    Departamento pessoal em transformação

    Se o mundo do trabalho está mudando, o departamento pessoal também mudará e não poderia ficar de fora das profissões do futuro. De acordo com a Coordenadora dos cursos de Marketing, Gestão Comercial, Gestão Pública e Gestão de Recursos Humanos da Unisul Virtual, Janaína Baeta Neves, empatia, inteligência emocional, resiliência, criatividade, cooperação e formação de redes são características essenciais em qualquer relação de trabalho.

    Os últimos meses foram um grande desafio para os profissionais da área, devido às demissões, aos cortes e às renegociações, por isso, a preocupação com a saúde mental dos colaboradores também deve estar em foco.

    — Aqui na Unisul, por exemplo, surgiu uma iniciativa muito rápida e eficaz: Unisul e grupo Anima Educação perceberam que o afastamento social seria prolongado e lançaram programas de cuidado e bem-estar físico e emocional para colaboradores e estudantes — conta Neves.

    Vendas, Marketing e Conteúdo: o humano se sobressai às máquinas

    As profissões dessa área, que envolvem principalmente as redes sociais, cresceram muito nos últimos tempos. A partir de agora, a tendência é que haja maior destaque para o lado humano dessas funções.

    De acordo com a Coordenadora dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda no Campus Pedra Branca da Unisul, Helena Santos Neto, o profissional do futuro é dinâmico, não aceita fórmulas prontas e aprende pela compreensão.

    — É alguém colaborativo, com inteligência emocional e ampla capacidade interpretativa. O futuro será cada vez mais automatizado. O profissional deve ser mais humanizado para se diferenciar da inteligência artificial — opina.

    Complementando a opinião de Helena, o Coordenador dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda no Campus Tubarão, Mauro Fucilini, acredita que os profissionais da área precisam ter um forte poder de resolução de problemas.

    — É preciso ser um profissional mais conectado, transmídia, multidisciplinar, proativo, com grande capacidade de rever e adequar metas e sensível às várias causas, bandeiras e diversidades de vozes. A cabeça tem que estar aberta às mudanças e aos novos direcionamentos — comenta.

    As novas direções citadas por Fucilini, algumas ainda desconhecidas, mostram que o profissional do futuro, de qualquer área, deverá ter um alto poder de adaptação. É ela que vai garantir sua preparação para o que vier, não importa o que mude no cenário.

    Na próxima matéria, vamos aprofundar ainda mais a questão da educação e entender por que ela é a nossa principal solução para encarar o mundo pós-pandemia.

    Para saber mais sobre o que esperar do futuro, acesse o canal Mundo Pós-Pandemia e informe-se!

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas