publicidade

Cotidiano
Navegue por

Bancada do Oeste

Projeto de ampliação do aeroporto de Chapecó terá mudanças exigidas pela SAC

Reunião de deputados com secretário da Infraestrutura apontou necessidade de alteração em obra de R$ 10,6 milhões

13/03/2019 - 15h28 - Atualizada em: 13/03/2019 - 17h03

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Obra vai triplicar terminal de embarque e desembarque
Aeroporto de Chapecó movimentou 42 mil pessoas em fevereiro e necessita de ampliação
(Foto: )

A ampliação do aeroporto de Chapecó, que está tramitando há cerca de um ano, terá uma mudança no projeto, terá que sofrer um aditivo no contrato com a Borelli e Merigo. Em reunião da bancada do Oeste na Assembleia Legislativa, coordenado pela deputada Marlene Fengler (PSD), o secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, disse que a Secretaria de Aviação Civil, que vai liberar R$ 8,5 milhões para a obra, não aceita mais somente um projeto básico e sim um projeto executivo, que é mais detalhado.

Essa mudança foi um dos motivos pelos quais os ajustes feitos no projeto original não foram aceitos, segundo o consultor de gestão da secretaria, Ivan do Amaral. Desde o ano passado foram realizados quatro pedidos de ajustes.

Com a mudança o atual terminal, que tem apenas 1,1 mil metros quadrados, passará para 3,8 mil metros quadrados.

Em reunião realizada no mês passado com deputados e lideranças do Oeste o governador Carlos Moisés da Silva garantiu a liberação de R$ 2,1 milhões como contrapartida para a realização da obra.

A deputada Marlene Fengler destacou que a partir desta reunião foi criado um grupo de trabalho que já mostrou avanços no processo.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Chapecó, que é subdelegada do estado na administração do aeroporto Serafim Enoss Bertaso, informou que o aditivo não gerará custos extras no projeto pois a maioria das mudanças já foi contemplada nos ajustes. O valor do contrato é de R$ 147 mil.

Além disso a realização do projeto básico vai agilizar o início das obras após a licitação, pois essa etapa já vai estar pronta. Caso fosse aprovado apenas o projeto básico a empresa vencedora teria que realizar ainda o projeto executivo. A expectativa é que a SAC aprove o projeto dentro de 60 dias, para lançar a licitação.

A ampliação é necessária pois em fevereiro foram 42,5 mil embarques em desembarques, num crescimento de 15% em relação aos 37 mil de fevereiro de 2018.

Em maio também estão previstos novos voos pela Gol. Dois com saída de Chapecó, sendo um às 7h30, rumo a Guarulhos, outro com destino a Guarulhos-SP, às 22h45. Haverá um voo de Florianópolis a Chapecó às 6h e, outro de Guarulhos a Chapecó, às 20h40.

No ano passado foram 479 mil embarques e desembarques, número similar ao do aeroporto de Joinville, que teve 480 mil.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação