Sabemos que identificar os vinhos mais premiados pode ser um desafio, pois há muitos concursos, guias de vinhos e competições em todo o mundo, e os vencedores variam de acordo com critérios específicos de cada competição. No entanto, alguns vinhos e vinícolas têm consistentemente recebido reconhecimento em várias competições e guias de vinhos ao longo dos anos e são considerados alguns dos melhores vinhos internacionais.

Continua depois da publicidade

Receba as notícias e os conteúdos do Nosso Vinho no WhatsApp

Saiba tudo sobre vinhos na página especial Nosso Vinho

Agora, você deve estar se perguntando: quais são os vinhos mais premiados? Continue com a gente e confira os produtos mais vitoriosos internacionalmente. Vamos desvendar as características, origens e os motivos que os colocam entre os mais premiados.

Vinhos mais premiados

Cabernet Sauvignon 

Produzido na Califórnia, nos Estados Unidos, esse vinho é um dos mais premiados internacionalmente. O produto já foi premiado pela Wine Style Award, feita pela Vivino, em 2019. Esse vinho tinto apresenta sabor frutado e tem toque adocicado, com notas de chocolate no aroma.

Continua depois da publicidade

Zanotto Espumante Moscatel 

O espumante brasileiro foi premiado, no ano passado, no 47º Challenge International du Vin, realizado em Bordeaux, na França. O produto foi produzido na Vinícola Campestre e venceu o prêmio especial do espumante branco e espumante rosés.

Arte Viva Elementar Merlot

Considerado um dos melhores vinhos internacionais, esse Merlot foi reconhecido com a medalha de ouro na premiação realizada em Bordeaux, em 2023. A bebida é feita com uvas Merlot e desenvolvido na região da Serra Gaúcha, mais precisamente na Vinícola Arte Viva. O produto conta com coloração vermelho rubi e conta com aromas de frutas vermelhas, proporcionando um paladar elegante e persistente.

Casa Valduga Premivm Espumante Extre Brut 

O Premivm Espumante, desenvolvido em Bento Gonçalves-RS, recebeu a medalha de prata no 47º Challenge International du Vin. Esse espumante foi feito na Casa Valduga Vinhos Frios e utilizou as variedades Chardonnay e Pinot Noir. O produto permaneceu 2 anos em caves subterrâneas maturando sobre leveduras, contribuindo para otimizar a qualidade da bebida e deixá-la mais madura.

Leia também

Dicas para escolher um bom vinho independente do preço

Vinhos de altitude: o que são e quais as principais características?

Destaques do NSC Total