As plantas não são totalmente inofensivas e, ao contrário do que muitos imaginam, elas podem causar alergias nas pessoas. Muitas das espécies podem causar reações leves até intoxicações mais sérias em vários sistemas do corpo. Por isso, antes de plantar uma nova muda em sua casa ou manuseá-las na natureza, é importante se atentar a quais espécies podem gerar alergias.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

18 plantas que podem causar alergias

Confira a lista com 18 plantas que têm mais recorrência em quadros alérgicos e entenda porque elas causam essas reações no corpo.

1. Urtiga (Urtica)

Primeiramente, vamos falar da planta que causa a famosa urticária. Quando em contato com a pele, solta toxinas que geram vermelhidão e coceira.

Continua depois da publicidade

2. Aroeira-brava ou Branca (Lithraea molleoides)

Assim como várias outras plantas, a Aroeira pode causar dermatite por contato, que pode causar coceira e vermelhidão.

3. Roseira (Rosa sp.)

Seus mecanismos de defesa, através dos espinhos, podem causar feridas. Além disso, o pólen pode causar alergias respiratórias.

4. Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia seguine)

O contato dessa planta com a pele de qualquer pessoa pode causar dermatite.

5. Limão (Citrus latifolia)

Pode causar Fitodermatite, uma irritação causada pela exposição ao sol depois do contato com as folhas ou com a fruta. Forma bolhas associadas a coceira ou ardência. Além disso, os espinhos do limoeiro podem causar feridas e pólen das flores pode causar alergias respiratórias.

Continua depois da publicidade

6. Laranja (Citrus sinensis)

Assim como o limão, pode ser causador de fitodermatite. A Laranjeira também possui espinhos, que podem causar feridas. Além disso, o pólen pode causar alergias respiratórias.

7. Tangerina (Citrus reticulata)

Mais um exemplo que pode trazer um quadro de fitodermatite.

8. Costela-de-adão (Monstera deliciosa)

A ingestão das folhas pode causar irritação na mucosa e inchaço nos lábios.

9. Pinhão-de-purga (Jatropha curcas)

Assim como outras plantas, o contato com o látex desta espécie causa dermatite.

Continua depois da publicidade

10. Bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima)

A saber, a seiva leitosa dessa planta pode irritar a pele.

11. Copo-de-Leite (Zantedeschia aethiopica)

A ingestão causa irritação na mucosa, dor e queimação. Já o contato com os olhos causa irritação também.

12. Antúrio (Anthurium)

A seiva produzida provoca irritação se entrar em contato com a pele.

13. Ficus (Ficus benjamina)

Pode causar crises de rinite.

14. Avelós (Euphorbia tirucalli)

Pode causar queimaduras e inflamações se houver contato com a pele.

15. Jasmim (Jasminum sp.)

O pólen dessa flor pode causar alergia respiratória

16. Crisântemo (Chrysanthemum)

Essa planta pode causar vários tipos de alergia, desde bronquite até urticária.

17. Ambrosia (Ambrosia artemisiifolia)

Conhecida como causadora de alergias respiratórias. Assim, pode causar espirros e congestão nasal.

Continua depois da publicidade

18. Hera-venenosa (Toxicodendron radicans)

Pode causar alergias na pele, trazendo sintomas como coceira, ardor e dor no local.

Como as plantas causam alergias?

De acordo com o doutor Vitor Manoel Silva dos Reis, médico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (UPS), as plantas podem causar alergias, ou dermatoses, por contato direto, ação conjunta do sol, por contato com mecanismos patogênicos das espécies, por dispersão do ar e por sensibilização a produtos derivados dessas plantas.

Por isso, as reações alérgicas e de toxicidade podem ser causadas por fatores relacionados à planta, ao indivíduo, ou até a fatores do ambiente. Em texto publicado em uma edição dos Anais Brasileiros de Dermatologia, o doutor detalha as reações alérgicas, conforme o tipo de contato com essas plantas.

Atenção com as flores

As flores podem trazer várias reações alérgicas, incluindo as respiratórias, causadas pela dispersão do pólen no ar durante o período de reprodução das plantas. Além disso, o perfume também pode sensibilizar algumas pessoas, causando espirros, irritação nos olhos e coceira.

Continua depois da publicidade

Seiva pode gerar alergia mais graves

Além do Pólen, a seiva também é outro componente das plantas que pode causar reações alérgicas. Porém, o composto pode gerar sintomas bem mais graves que um simples incômodo nos olhos ou nas vias aéreas. Alguns exemplos são: tonturas, queimaduras, náuseas e falta de ar.

Para uma relação mais completa, confira as plantas que podem causar alergias presentes nos Estados Unidos da América, segundo a American Academy of Demartology Association.

Leia mais

Conheça a ilha brasileira “recheada” de cobras que tem visitação proibida

Conheça a nova pimenta mais picante do mundo

O que você não deve comer ou beber em um avião, segundo especialista

Destaques do NSC Total