nsc
an

publicidade

Mobilidade

Quais serão as principais mudanças no trânsito de Joinville até o fim de 2019

A cidade vai receber novos corredores de ônibus, mudanças em rotatórias, alterações no sentido de ruas, novos semáforos, entre outras modificações  

20/11/2019 - 10h44

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Novo corredor de ônibus da Beira-rio será inaugurado nesta quarta-feira
Novo corredor de ônibus da Beira-rio será inaugurado nesta quarta-feira
(Foto: )

O número de congestionamentos registrados em algumas ruas de Joinville tem motivado a Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável (Sepud) a trabalhar em ajustes em rotas da cidade. A Secretaria deve realizar alterações em, pelo menos, dez trechos de Joinville com prazos entre o fim de 2019 e fevereiro de 2020.

A partir do monitoramento e ranqueamento realizados pela Prefeitura, foram detectados problemas nas principais ruas da cidade. São elas: rua Boehmerwald e Paulo Schroeder, no bairro Boehmerwald; Guanabara, Santo Agostinho e Fátima, na zona Sul; rua 15 de Novembro e marginais da BR-101, na zona Oeste; Beira-rio, na região Central; Ministro Calógeras e Getúlio Vargas, também na região Central.

Com as novas mudanças, a redução na duração média de viagem para quem trafega em alguns trechos pode chegar a 71,32%, além de redução de 127 toneladas ao ano na emissão de gases poluentes na atmosfera.

Para o secretário da Sepud, Danilo Conti, as mudanças são relativamente pequenas, mas devem trazer um resultado expressivo para a cidade.

— São mudanças que custam poucos, são simples. Na verdade, a complexidade está na simplicidade, porque o ganho vai ser muito grande no tempo de deslocamento — reforça.

Segundo Conti, a ideia é que estas mudanças tenham resultado a curto prazo.

— A opção é pelo resultado imediato. Todas essas mudanças vão resultar em 115 horas de economia por ano, equivalentes a quatro dias e meio. Se transformar em produtividade, o resultado é R$ 25 milhões, sendo que a gente vai gastar R$ 2,5 milhões para fazer essas obras. O retorno do investimento é de 123 dias, além de 386 toneladas a menos de CO2. Nós estamos falando de cidades sustentáveis, então essa é uma métrica importante de avaliar.

Duas mil vias são monitoradas a cada dois minutos

Como critério de avaliação de criticidade foram medidos velocidade média, comprimento das filas, atraso médio das ruas e números de acidentes. São monitoradas duas mil vias em intervalos de dois minutos. Após escolhido o ponto que deverá receber alguma alteração, são realizados estudos de tráfego com a contagem de veículos utilizando câmeras e drones.

As contagens são inseridas em um simulador de tráfego (Simulation of Urban Mobility ) que possibilita a simulação de diferentes propostas. A ferramenta possibilita medir o desempenho de cada proposta considerando diferentes formas de transporte.

Confira as mudanças:

- Boehmerwald x Paulo Schroeder

Cruzamento da avenida Paulo Schroeder com rua Boehmerwald sofrerá alteração
Cruzamento da avenida Paulo Schroeder com rua Boehmerwald sofrerá alteração
(Foto: )

Por mais que o fluxo de veículos não seja um dos maiores da cidade, o cruzamento da avenida Paulo Schroeder e da rua Boehmerwald gera longas filas ao longo do dia. O principal causador destas filas é o número elevado de estágios do semáforo – ou intervalos de tempo – instalado no cruzamento, os quais totalizam cinco estágios.

Proibição de conversão à esquerda: para resolver os problemas de congestionamento da região, serão proibidas as conversões à esquerda de todas as aproximações. Com isso, a quantidade de estágios semafóricos será reduzida para três, sendo um deles acionado apenas quando houver pedestres.

Abertura de alça de retorno: os veículos que desejam realizar a conversão à esquerda deverão realizar o retorno em duas alças que serão abertas na avenida Paulo Schroeder. Portanto, as conversões não poderão mais ser realizadas por meio do cruzamento, como é atualmente.

Com as alterações estima-se uma redução média no tempo de viagem de 71,3 % e redução de 127 toneladas/ano na emissão de gases poluentes.

Confira na imagem como ficará a mudança:

Condutores não poderão mais realizar conversões da avenida para a rua Cruzamento da avenida para a rua Boehmerwald
Condutores não poderão mais realizar conversões da avenida para a rua Boehmerwald
(Foto: )

A alteração vai representar uma redução média de viagem de 363,3 segundos; 51.5 horas economizados no ano por ocupante de transporte; 71,32% de redução na duração média de viagem; R$ 8.359.885,88 de ganho em produtividade por ano e redução de 127,2 toneladas de emissão de gases ao ano.

Prazo: dezembro de 2019.

- Guanabara x Santo Agostinho x Fátima

Ruas terão alteração em corredores de ônibus, alteração de fluxo e mudanças em semáforos
Ruas terão alteração em corredores de ônibus, alteração de fluxo e mudanças em semáforos
(Foto: )

Segundo o ranqueamento de vias do mês de setembro de 2019, a rua Guanabara é o ponto mais congestionado do município, principalmente no período da manhã no sentido bairro/Centro. Para a região estão previstas mudanças que visam dar mais fluidez no fluxo de entrada e saída do bairro, além de aumentar a segurança viária.

- Corredor de ônibus: o corredor de ônibus que, hoje, está no contra fluxo na rua Santo Agostinho, será invertido atendendo o fluxo bairro/centro. As linhas do transporte público que fazem o sentido centro/bairro utilizarão o corredor que será implantado nas ruas Graciosa, Nacar e Guanabara.

- Alterações em semáforos: com a retirada do contra fluxo será possível retirar dois estágios semafóricos no cruzamento das ruas Guanabara e Santo Agostinho. O semáforo ficará sempre aberto e irá fechar apenas quando for acionada a botoeira para travessia de pedestres.

- Desvio de fluxo para acesso ao Boa Vista: com o aumento da fluidez da rua Guanabara, haverá um aumento no número de veículos para acessar a rotatória do Parque da Cidade. Desta forma, todo o fluxo que deseja acessar ao bairro Boa Vista será desviado para a rua Araguaia, eliminando os congestionamentos na rua Santo Agostinho.

- Desvio de fluxo sentido Centro/Adhemar Garcia: o fluxo de veículos que segue no sentido Centro/Adhemar Garcia hoje trafega pela rua Guanabara até entrar na rua Fátima. Com as alterações, este fluxo será desviado na rua Padre Augusto e Marechal Luz. Desta forma, este fluxo que hoje passa por dois semáforos passará por apenas um.

Confira na imagem como ficará a mudança:

Trechos terão mudanças em corredores de ônibus, sentido de vias e alterações em semáforos
Trechos terão mudanças em corredores de ônibus, sentido de vias e alterações em semáforos
(Foto: )

Com as alterações propostas estima-se uma queda de 26% na duração média de viagem e uma redução de 59,8 toneladas/ano na emissão de gases poluentes. Com destaque para o fluxo bairro/Centro no período da manhã que deverá ter reduções superiores a 60% e no fluxo centro/bairro no período da tarde que reduzirá em mais de 50% a duração média de viagem.

Prazo: dezembro de 2019.

- Rua 15 de Novembro x BR-101

Mudanças devem ocorrer nos acessos das marginais da BR-101 a Joinville, além da criação de binário na rua 15 de Novembro
Mudanças devem ocorrer nos acessos das marginais da BR-101 a Joinville, além da criação de binário na rua 15 de Novembro
(Foto: )

Segundo o ranqueamento de criticidade de vias do mês de setembro, a rua 15 de Novembro é o segundo trecho mais congestionado do município. As alterações previstas buscam diminuir a quantidade de conflitos existentes ao longo da rua 15 de Novembro, sendo principal deles a região sob o elevado da BR-101.

Mudanças na marginal da rodovia: serão fechados os fluxos da marginal Norte e Sul. Com isso, os fluxos Centro/Vila Nova e Vila Nova/Centro passarão sob o elevado sem nenhuma interrupção. Os fluxos que precisam realizar alguma conversão à esquerda deverão realizar o retorno em rotatórias adentrando a cidade. Desse modo, os veículos que estão vindo de Florianópolis pela marginal e desejam seguir sentido Vila Nova deverão acessar a rua 15 de Novembro sentido Centro, realizar o retorno em frente à Expoville e depois seguir pela rua 15 de Novembro sentido Vila Nova. Já quem vem de Curitiba e deseja ir sentido Centro de Joinville, deverá fazer o contorno na rotatória dentro do bairro Vila Nova e seguir pela rua 15 de Novembro. A implantação deste modelo deixará todos sentidos com fluxo livre, ou seja, não haverão pontos de parada.

- Criação de binário: também será implantado um binário entre a rua 15 de Novembro e a rua Arthur Baechtold, com a intenção de eliminar os conflitos existentes hoje na rua Tutóia, que acabou se tornando um dos principais pontos geradores de filas na 15.

- Novas faixas: será implantado duas faixas no sentido BR-101/centro, desde o elevado até o entroncamento da rua Presidente Campos Salles, ponto no qual a 15 de Novembro já possui sentido único.

Considerando estas alterações, estima-se um redução média de 55% na duração de viagem e redução de 107 toneladas/ano na emissão de gases poluentes. Com destaque para a redução de 78% na duração média de viagem no sentido Vila Nova/Centro no período da manhã e de 60% no sentido centro/Vila Nova no período da tarde.

Confira na imagem como ficará a mudança:

Além da retirada da rotatória que, hoje, fica sob o viaduto, trecho da rua 15 vai receber binário
Além da retirada da rotatória que, hoje, fica sob o viaduto, trecho da rua 15 vai receber binário
(Foto: )

Prazo: a implantação das alterações da 15 de Novembro depende da autorização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) por envolver a faixa de domínio da BR-101. O processo está em andamento e não há prazo para implantação.

- Beira-rio (trecho Norte)

Mudanças ocorrem em diversos pontos de acesso à Beira-rio
Mudanças ocorrem em diversos pontos de acesso à Beira-rio, inclusive na Dona Francisca
(Foto: )

- Beira-rio no trecho Norte: estão previstas alterações na rotatória da Avenida José Vieira (Beira-rio). Neste ponto, o fluxo de veículos que segue pela rua Padre Antônio Vieira e deseja acessar a Beira-rio sentido Centro não poderá mais utilizar a rotatória. Os condutores deverão acessar a Beira-rio sentido norte (com fluxo livre) e fazer o retorno em uma alça em frente à Acij.

- Dona Francisca: será implantado sentido único na Dona Francisca, no trecho entre a rua Iririú e Carlos Benack. Com essas alterações, o fluxo de veículos que passam na Dona Francisca no sentido Sul/Norte deverão desviar pela rua Ibirama, que também se tornará sentido único.

- Implantação de sentido único: será implantado também sentido único em trechos das ruas Capinzal, Eduardo Krisch, Orestes Guimarães e Itaiópolis. Com estas mudanças será possível diminuir a quantidade de estágios semafóricos na esquina da avenida José Vieira (Beira-rio) com a rua Itaiópolis.

Confira na imagem como ficarão as mudanças:

Haverá mudanças no sentido de algumas ruas
Haverá mudanças no sentido de algumas ruas
(Foto: )

Prazo do trecho Norte: dezembro de 2019.

Beira-rio (trecho Sul)

Trecho em frente ao Mercado Público é liberado
Trecho em frente ao Mercado Público é liberado
(Foto: )

- Beira-rio no trecho Sul: complementando as alterações na Beira-rio, com a finalização das obras do rio Mathias no trecho, será liberado o fluxo de veículos no sentido Sul/Norte na Beira-rio a partir do Mercado Público seguindo ao longo da via. O corredor do transporte público da Beira-rio entre a rua 9 de Março até a rua Dona Francisca passará para a rua Hermann August Lepper com extensão até a rua Alfredo Marquardt.

Leia também: oito linhas de ônibus de Joinville têm mudanças de itinerário em Joinville

- Alterações já inauguradas: o sentido das ruas Leopoldo Lepper e Otto Eduardo Lepper (ruas de acesso e saída da Prefeitura de Joinville) também já foram alterados nesta semana. Desta forma, o “semáforo da ponte azul” fechará apenas quando houver a travessia de pedestres.

Confira na imagem como ficarão as mudanças:

Além de corredores de ônibus, trecho voltará a ser liberado
Além de corredores de ônibus, trecho voltará a ser liberado
(Foto: )

Com estas alterações estima-se uma redução no tempo médio de viagem de 24% e redução de 48 toneladas/ano de emissão de gases poluentes.

Prazo do trecho Sul: novembro de 2019.

Ministro Calógeras x Getúlio Vargas

Será proibido seguir reto na rua Ministro Calógeras
Será proibido seguir reto na rua Ministro Calógeras
(Foto: )

O cruzamento da avenida Juscelino Kubitschek e rua Ministro Calógeras gera filas em todos os sentidos ao longo do dia. Nos períodos de pico, há um agravante na rua Ministro Calógeras devido à obstrução dos ônibus que desejam sair da rua São Paulo e acessar a rua Ministro Calógeras.

- Alteração de sentido: será proibido seguir reto na rua Ministro Calógeras no sentido rua São Paulo para a Duque de Caxias. Para acessar a rua Duque de Caxias, os veículos deverão acessar a rua Doutor Plácido Gomes, rua General Sampaio, Ministro Calógeras e, em seguida, a Duque de Caxias. Os veículos com origem na rua Procópio Gomes deverão acessar a rua Duque de Caxias por meio da avenida Getúlio Vargas e rua Doutor Plácido Gomes.

- Novo semáforo: será implantado um semáforo na esquina da avenida Getúlio Vargas e rua Doutor Plácido Gomes.

Confira na imagem como ficarão as mudanças:

Motoristas deverão acessar a Duque de Caxias por meio da Dr. Plácido Gomes e não mais pela Ministro Calógeras
Motoristas deverão acessar a Duque de Caxias por meio da Dr. Plácido Gomes e não mais pela Ministro Calógeras
(Foto: )

As alterações trarão uma queda de 25% na duração média de viagem e redução de aproximadamente 44 toneladas/ano na emissão de gases poluentes.

Prazo: mudança depende do Seinfra (Secretaria de Infraestrutura Urbana) e da liberação do edital de licitação da rua Plácido Gomes de Oliveira.

Leia as últimas notícias de Joinville e região.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade