nsc
santa

Fenômenos

Quem são as vovós de Brusque que divertem milhões na internet com publicações do dia a dia

Vó e Tita compartilham conteúdos voltados para o entretenimento no TikTok e Instagram

10/06/2022 - 08h24 - Atualizada em: 10/06/2022 - 15h01

Compartilhe

Flávia
Por Flávia Terres
Estrelato na internet começou sem querer, segundo as netas
Estrelato na internet começou sem querer, segundo as netas
(Foto: )

As redes sociais recebem a cada dia novos usuários que, por meio da criação de conteúdo, se tornam fenômenos e conquistam milhões de pessoas. Um desses casos é o de duas idosas de Brusque, no Vale do Itajaí, Vó e Tita. As irmãs, de 81 e 84 anos, somam milhões de visualizações com vídeos do dia a dia que encantam os internautas. 

> Clique aqui e receba notícias do Santa pelo WhatsApp

Como Miley Cyrus fez em Hannah Montana, as duas preferem usar os "nomes artísticos" para se relacionar com o público, enquanto a família e os amigos próximos conhecem os verdadeiros. A ideia surgiu para preservar as identidades das duas. 

Em entrevista ao Santa, elas contam sobre o alcance das publicações feitas no TikTok e Instagram. 

— Estamos sendo reconhecidas na rua. Nós saímos e as pessoas param, pedem foto e elogiam a gente por causa dos vídeos — conta Vó. 

— Tá sendo uma surpresa. Eu nunca imaginei que ia ficar famosa depois dos 80 anos — brinca Tita. 

O estrelato na internet

O início da história das duas com os conteúdos na internet foi sem querer. Durante uma visita rotineira às duas, a neta de Vó, Karoline Tormena, teve a ideia de gravar um vídeo pedindo para que elas descobrissem nomes de itens como Heineken, Yakisoba e Donuts. 

A gravação foi publicada no perfil da jovem no TikTok e poucos dias depois estava com mais de 60 mil visualizações. 

— Eu tava assistindo aos vídeos do TikTok e apareceu o de uma menina com a avó dela fazendo a brincadeira da avó adivinhar [o que era] com imagens atrás, encaminhei pra Kaine, minha irmã, e falei pra fazermos um vídeo como aquele com a Vó e a Tita, por elas serem muito engraçadas — lembra Karol. 

Depois do sucesso do primeiro vídeo, o perfil da neta mudou para "Vó e Tita" e as irmãs também ganharam uma conta própria no Instagram. Como lembra Karol, no dia em que descobriram que as duas tinham viralizado, decidiram gravar outros três vídeos e publicar na plataforma. 

> Menina enfrenta frio e chuva para salvar cachorrinha ferida em Blumenau; vídeo

Gravações são feitas respeitando o cotidiano das irmãs e os momentos em que elas se sentem a vontade para estarem diante das câmeras
Gravações são feitas respeitando o cotidiano das irmãs e os momentos em que elas se sentem a vontade para estarem diante das câmeras
(Foto: )

As produções começaram a variar nos assuntos, mas sempre focando em apresentar ao público conteúdos leves, que estão na rotina das duas e voltados para o entretenimento daqueles que assistem. 

Segundo a neta Kaine Goedert Tormena Zandavali, as gravações são feitas respeitando o cotidiano das irmãs e os momentos em que elas se sentem a vontade para estarem diante das câmeras. 

— A gente procura transmitir a rotina delas, sempre pensando em formas de ficar divertido pra elas e para as outras pessoas, sem forçar nada. Então, quando elas se sentem a vontade, a gente grava. A ideia é transmitir para o público o que a gente sente quando passamos a tarde lá na Vó, porque a gente se diverte muito — lembra Kaine. 

Os perfis de Vó e Tita nas redes sociais são administrados pelas netas das idosas.

Inseparáveis e com personalidades complementares

Como em uma receita de comidinha de vó dos filmes antigos, o amor entre as irmãs é o ingrediente principal para manter a relação de mais de oito décadas. Vizinhas, Vó e Tita compartilham hábitos em comum e sentem falta uma da outra quando ficam um tempo longe. 

Pela descrição das netas, Tita tem o perfil mais agitado e está sempre “ligada no 220”, fazendo várias coisas ao mesmo tempo, enquanto Vó é mais meiga e carinhosa. Uma se torna o complemento perfeito da outra. 

– Sou dona de casa, me tornei mãe aos 17 anos, casei, sai de casa e nunca ganhei um pagamento, sempre estive em casa, porque antigamente a gente não podia trabalhar. Nós tínhamos que ficar em casa e nosso trabalho era em casa, com os filhos. Hoje tenho cinco netos e gosto quando eles se reúnem na minha casa, porque o que gosto mesmo é de ver a casa cheia – conta Vó, sorridente. 

Nos dias em que a casa fica vazia, Vó busca pelo conforto da irmã. 

– Tem uma filha que mora com ela e quando ela viaja, a Vó já começa a pedir para eu ir dormir na casa dela para ela não ficar sozinha – conta Tita. 

Tita, por sua vez, não casou e fala com orgulho da independência adquirida com os 30 anos trabalhados no mesmo local: 

– Comecei a trabalhar com 14 anos numa firma e fiquei lá por 30 anos. Hoje, faz 40 anos que sou aposentada e estou muito feliz com a minha vida – fala. 

Questionada sobre os pretendentes que podem aparecer por causa da fama na internet, Tita ri e afirma não estar interessada em relacionamentos. 

– Ah, não quero não. Tô muito bem e feliz sozinha (risos) – pontua. 

Juntas, as irmãs são responsáveis por organizar um bingo que acontece todo mês com outros idosos e, no final de cada ano, trocam presentes entre si. As netas avisaram que, apesar de parecer uma tarde divertidíssima, o evento é exclusivo e acontece na casa da Vó. Nos dias do bingo ninguém, além dos participantes, pode ir até o local. 

O relacionamento entre Vó e Tita também tem desentendimentos, que sempre são resolvidos sem muita demora, como qualquer outra relação entre irmãos. 

– Nós brigamos um dia sim e no outro também – diverte-se Tita.

Orgulho da família 

As netas contam orgulhosas sobre como está sendo receber o carinho do público com as duas idosas. Vó e Tita já somam mais de 5 milhões de visualizações em vídeos compartilhados nas redes sociais e cerca de 125 mil seguidores. 

– Fico super orgulhosa e muito feliz de estar compartilhando com tantas pessoas esse amor que a gente sente pelas duas. Chegar na idade delas com essa disposição, essa alegria, levando a vida mais leve é uma coisa muito bonita – diz Kaine. 

Kaine completa: 

– Muita gente escreve “Eu quero a vó pra mim” outros “Eu quero a Tita”. Na minha visão, quanto mais elas aparecerem e influenciarem de uma forma positiva, compartilhando essa forma carinhosa e divertida que levam a vida, mais vão encher o coração de outras pessoas de coisas boas. 

Para Karoline, Vó e Tita são a referência da família e todo o conhecimento adquirido nos anos de convivência com as duas é a base da estrutura familiar. Além da união e do amor, para a família das novas queridinhas dos internautas, as irmãs são exemplos e referências de como tratar as pessoas e aproveitar cada minuto da vida.

Leia mais

Cliques, engajamento e saúde mental: as estratégias e responsabilidades de um influenciador digital

Exemplo de microinfluenciadora, Analu Fernandes é referência em Florianópolis

15 plantas para melhorar a energia da casa

Colunistas