O influenciador e youtuber Felipe Neto comunicou no X (antigo Twitter), na manhã desta quinta-feira (9), que deseja adotar o cavalo que foi resgatado de um telhado do Rio Grande do Sul após ficar dias ilhado. Ele disse, entretanto, que ainda procura o dono do animal. 

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Quando fez a publicação, Felipe Neto se referiu ao animal como uma égua. Isso por que veterinários, ao resgatarem o equino, afirmaram que ele era uma fêmea. Mais tarde, a Defesa Civil reiterou de que o cavalo era, sim, um macho.

Felipe Neto tinha publicado no X, na noite desta quarta-feira (8), que estava em busca de um helicóptero para ajudar no resgate do animal. Entretanto, não conseguiu ajuda necessária. Nesta quinta-feira, ele falou sobre o interesse em adotar o cavalo.

Regate do cavalo

Uma equipe de resgate do Exército, com apoio do Corpo de Bombeiros, que saiu da Base Área de Canoas, fez a operação com botes para retirar o animal do local na manhã desta quinta-feira.

Inicialmente, eles avaliaram a situação de saúde do cavalo, que estava ao menos um dia no telhado da residência. A operação foi feita com cuidado já que o animal estava em uma área pequena e escorregadia, que poderia não suportar o peso em caso de movimentações bruscas.

As equipes colocaram uma cinta no animal e conseguiram colocar ele deitado em um bote inflável. Outros botes e barcos prestaram apoio durante a operação.

#SalvemOCavaloDeCanoas

A comoção com o animal entrou nos assuntos mais falados do Twitter com a hashtag #SalvemOCavaloDeCanoas sendo utilizada mais de 140 mil vezes por pessoas preocupadas e mobilizadas com a situação do animal.

Continua depois da publicidade

A primeira-dama Janja também utilizou as redes sociais para falar sobre o caso do cavalo ilhado e afirmou estar em contato com comandante das operações no Rio Grande do Sul.

Veja fotos de animais que foram resgatados no RS

Leia mais

Imagens mostram o drama dos animais na busca por resgate nas enchentes do RS

Sobe para 107 o número de mortos por enchente no Rio Grande do Sul

Destaques do NSC Total