nsc
    nsc

    Opinião

    Rodrigo Faraco: com Marquinhos a luta vai ser dura, sem ele parece ser impossível

    Camisa 10 é muito importante por tudo que ele representa para o Avaí

    22/11/2017 - 01h16

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Marquinhos chega a este momento de decisão sendo muito importante. O camisa 10 está liderando o Avaí nos jogos mais complicados. Foi assim na segunda, quando, além de jogar bem, chamou a responsabilidade no pênalti, numa hora em que muitos se escondem, e deu uma senhora bronca no árbitro Fifa Ricardo Marques Ribeiro, quando ele deixou de marcar um pênalti claro para o Avaí na primeira etapa. Ribeiro sucumbiu a imposição de Marquinhos, que trouxe a massa avaiana junto na reclamação. Foi uma cena marcante nesse momento tenso do campeonato.

    Sou analista, gosto de números e estatísticas, mas quem só vê Marquinhos pelos números e pelas estatísticas não vê tudo. Deixa de entender o que ele representa em campo. Deixa de analisar a liderança e o respeito que impõe. Os números não são o todo no futebol. A parte física também não é. E Marquinhos conduzindo o Avaí é a prova disso. Com ele, o Leão até pode cair, mas sem ele não vai conseguir lutar.

    Refazendo as contas e a projeção

    A vitória sobre o Palmeiras renovou as esperanças do torcedor do Avaí. A realidade ainda mostra um caminho muito complicado e cheio de adversidades. Primeiro, é preciso destacar a necessidade de seguir vencendo. O Leão tem que vencer o Atlético-PR para depois observar o cenário para a última rodada. Se não vencer, o time volta ao mesmo estágio de antes e vai ser muito difícil escapar. Por isso está claro que o próximo passo é vencer o Atlético. O ideal seria Ponte Preta e Vitória empatarem e o Sport não vencer o Fluminense. Com esta combinação, o Avaí chegaria à última rodada fora da zona e dependendo apenas do seu resultado.

    Só o “dependendo apenas” também tem uma questão importante, que é o Santos chegar a este jogo sem motivações especiais. Então, também é preciso espiar o jogo entre Santos e Flamengo do domingo que vem. Se o não perder, já resolve. Como se percebe, ainda não é nada simples permanecer na Primeira Divisão. Mas, como escrevi depois da vitória de segunda, o primeiro passo foi dado.

    Leia mais comentários de Rodrigo Faraco

    Confira a tabela da Série A do Brasileiro

    "Vou conseguir dormir tranquilo", desabafa goleiro do Avaí

    Avaí homenageia Marquinhos pela artilharia da Ressacada

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas