A água tônica é uma bebida que está presente na rotina boa parte das pessoas. Por ser gaseificada e ter um sabor característico, é utilizada tanto em drinks alcoólicos quanto em bebidas sem álcool. Entretanto, seu processo de produção é pouco conhecido e gera algumas dúvidas. Continue a leitura para saber do que é feita a água tônica e como ela é produzida.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Como a água tônica é produzida?

De acordo com o pesquisador em Engenharia de Alimentos do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Lucas Augusto Lima, o processo de produção da água tônica é semelhante ao da produção de refrigerantes: “Basicamente, a água tônica é um refrigerante, só que com extrato de uma planta específica: o quinino” afirma o pesquisador.

Continua depois da publicidade

O quinino, de acordo com o museu da vida da Fiocruz, é um composto orgânico, mais precisamente um aldeído, que é retirado da casca de uma árvore originária da América do Sul chamada Quina ou Cinchona. Farmacologicamente, o quinino tem propriedades antitérmicas e analgésicas, sendo muito utilizado para tratar sintomas de Malária.

No caso da produção da água tônica, o quinino dá o gosto amargo, característico da bebida. Assim, primeiramente é feito um xarope, que virará a base da bebida, como em todo refrigerante, com água, açúcar e extrato da planta. Em seguida, o xarope é misturado com água e gás.

Qual a diferença entre água tônica e água com gás?

Muita gente pode achar que a água tônica é só água pura feita com um processo diferente, mas não é. Assim como foi explicado acima, essa bebida se assemelha muito mais a um refrigerante, por ter xarope e açúcar, do que a água em si. Portanto, a tônica é bem diferente da água com gás, por exemplo.

Continua depois da publicidade

História da água tônica

Segundo o site Kew Garden, de início a ideia era usar o quinino para fins medicinais. Em 1854, o médico escocês William Blake utilizou a casca para prevenir Malária no Níger e em toda África Ocidental. A partir daí, sementes da planta foram levadas da América do Sul para a Índia, que naquele período era colônia do Reino Unido.

Contudo, foi apenas no ano de 1858 que o empresário Erasmus Bond patenteou a mistura de extrato de quinina com água gaseificada sob o nome de água tônica. Por fim, foi questão de tempo para a bebida sair da Índia virar um sucesso nas colônias britânicas. Principalmente na forma de Gin e Tônica.

Leia também

Saiba qual é o consumo ideal de água por dia

5 receitas com bacon de dar água na boca

Saiba do que é feita a água micelar

Destaques do NSC Total