nsc
nsc

Impact Hub

Salto Aceleradora de MEIs encerra 2020 com recorde de inscrições no Estado 

Em nova modalidade online, programa Salto certifica 281 microempreendedores no estado de Santa Catarina 

14/12/2020 - 08h44

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Salto Aceleradora de MEIs encerra 2020 com recorde de inscrições no Estado
(Foto: )

O Salto Aceleradora de MEIs, programa desenvolvido pelo Impact Hub Floripa em parceria com o Sebrae/SC, chega ao fim de sua primeira edição estadual em Santa Catarina, batendo recorde de alcance. Foram mais de 280 microempreendedores certificados na modalidade estadual que, mesmo em um ano de crise, tiveram resultados positivos em seus negócios.

Com o objetivo de ajudar os MEIs a crescerem, o Salto propõe uma metodologia inovadora e totalmente adaptada para o pequeno negócio. São 10 semanas de formação gratuita nas quais os participantes vivenciam uma jornada que combina oficinas, conteúdos, mentorias e muita interação no desenvolvimento de uma rede de networking sólida, um dos pontos mais elogiados do programa.

Em 2020 o desafio foi transformar essa jornada em uma versão online. Até então todas as turmas tinham sido presenciais, mas a necessária adaptação foi muito positiva.

— No começo do ano não sabíamos como iria ser, precisamos nos reinventar e nos desafiamos a fazer isso melhorando ainda mais a experiência, contando com a confiança e apoio dos nossos parceiros do Sebrae/SC. Chegamos ao final batendo recordes de resultado e conseguindo chegar em mais de 100 cidades catarinenses, o que pra nós é uma grande vitória — conta a gestora da área de programas do Impact Hub Floripa, Maíra Rodrigues.

Na edição estadual o Salto apresenta dados que reforçam o sucesso do programa: foram mais de 1500 MEIs participando do processo e 281 deles finalizaram a jornada com resultados expressivos. Mesmo em um ano de crise, 57% dos microempreendedores inscritos tiveram aumento de faturamento e geraram 4.712 novos clientes durante o período do curso, além de 99 novas vagas de emprego.

— O Salto foi uma das mãos que me segurou num dos momentos mais difíceis da minha vida pessoal e profissional. Me ajudou a organizar todas as minhas ideias e projetos, enxergar as conexões entre eles, ver o valor do meu trabalho, fortalecer meu propósito e ter consciência do meu ritmo. Entrei bem desacreditada de mim e agora consigo enxergar a beleza incrível e singular da minha empresa e todo seu potencial transformador — declara Fernanda Almeida, MEI participante da edição estadual.

Para 2021 a expectativa é trazer o que de melhor foi feito em cada modalidade, com a possibilidade de realização do Salto em qualquer localidade nos formatos online, presencial ou híbrido. Essa nova configuração permitiu que o programa, que até então tinha abrangência em 11 cidades catarinenses, alcançasse nesse ano todo o estado de Santa Catarina e chegando até o Amazonas. No total, foram mais de 3 mil microempreendedores impactados.

— Fechamos com chave de ouro a edição de 2020. Hoje o MEI ainda é a categoria de empresários que menos recebe apoio. Com esse programa nós conseguimos criar um ambiente favorável para que eles pudessem se desenvolver e crescer nas suas atividades — afirma Paulo Rocha, Gerente de Desenvolvimento Regional do Sebrae/SC.

E quem já quer garantir sua vaga nas próximas edições pode preencher o formulário de interesse disponível no site saltoaceleradora.com. O Salto continua no próximo ano com o objetivo de chegar a ainda mais MEIs, oferecendo essa formação que representa um grande impulso na carreira empreendedora dos participantes. A Patrícia Ferreira, MEI certificada pelo Salto, confirma:

— Foi e está sendo um divisor de águas em minha vida e no meu negócio, nossa mente empreendedora se expande, você sai da visão de um pequeno negócio e quer crescer, desenvolver, reestruturar a empresa e se torna mais positivo e confiante no mercado. Só tenho a agradecer!

Sobre o programa

A Metodologia do Salto combina elementos de ponta do mundo das incubadoras e aceleradoras de negócios, com foco no uso das novas mídias e no desenvolvimento profissional e pessoal. Toda técnica é adaptada ao microempreendedor individual, buscando acelerar o seu crescimento de forma sustentável. São três etapas de aceleração – ou “saltos”, na concepção que dá nome ao programa –, com os seguintes temas: 1) Foco no autodesenvolvimento do MEI como empreendedor; 2) Foco no negócio (validação do mercado, modelagem de negócio); e 3) Foco no crescimento (desenvolvimento de planejamento estratégico e metas). Todas as etapas serão realizadas de forma online, prezando pela segurança dos participantes.

Sobre o Impact Hub Floripa

O Impact Hub é uma rede global de apoio a empreendedores que querem impactar o mundo positivamente. Esse apoio se dá através de: espaços de trabalho compartilhados, onde esses empreendedores de encontram, trabalham, geram novos negócios e se conectam; de eventos inspiradores que geram conteúdos relevantes e promovem o networking; e de programas inovadores que buscam educar e acelerar negócios e pessoas, potencializando o desenvolvimento socioeconômico. São mais de 17 mil membros no mundo e aproximadamente 1 mil localmente. Na Grande Florianópolis existem três unidades, no Norte da Ilha e centro, na capital catarinense, e no Pedra Branca, em Palhoça.

Sobre o Sebrae

O Sebrae – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, é uma entidade civil sem fins lucrativos que trabalha pelo desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios. Para isso, a entidade promove cursos de capacitação, facilita o acesso a serviços financeiros, estimula a cooperação entre as empresas, organiza feiras e rodadas de negócios e incentiva o desenvolvimento de atividades que contribuem para a geração de emprego e renda.

Colunistas