nsc
    dc

    Balanço

    Santa Catarina registra mais 36 mortes por coronavírus e aumento de ocupação de UTIs

    Com 81,4% dos leitos de terapia intensiva em uso, índice é o segundo maior desde o pico da pandemia, em agosto. Estado tem 24.052 casos ativos da doença

    24/11/2020 - 18h12

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Índice geral de ocupação de UTIs do SUS é de 81,4% nesta terça-feira
    Índice geral de ocupação de UTIs do SUS é de 81,4% nesta terça-feira
    (Foto: )

    Santa Catarina registrou nesta terça-feira, 24, mais 36 mortes por coronavírus. Conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde, são 24.052 casos ativos de covid-19, ou seja, em tratamento contra a doença e capazes de transmitir o vírus. No acumulado, o Estado tem 3.530 mortes e 332.076 casos confirmados desde o início da pandemia. Desses, 304.494 já são considerados curados.

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    Embora o número de casos ativos tenha 163 pacientes a menos do que na segunda-feira, o índice geral de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu 0,3 ponto percentual e agora está em 81,4%. É a segunda maior ocupação desde o pico da pandemia, registrado em 5 de agosto.

    Os 36 óbitos confirmados ocorreram entre 9 de novembro e esta terça-feira (veja detalhes na lista abaixo). Conforme levantamento da reportagem do Diário Catarinense, 15 delas ocorreram no Vale do Itajaí, 7 na Grande Florianópolis, 6 no Sul, 4 no Oeste, 2 na Serra e 2 no Planalto Norte.

    >> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

    Novas mortes confirmadas

    Grande Florianópolis

    18/11: Feminino, 96, Florianópolis

    18/11: Masculino, 42, São José

    20/11: Feminino, 69, São José

    22/11: Masculino, 66, Biguaçu

    22/11: Masculino, 73, Florianópolis

    22/11: Masculino, 74, Florianópolis

    23/11: Masculino, 61, São José

    Norte

    23/11: Feminino, 25, Bela Vista do Toldo

    23/11: Masculino, 77, Joinville

    Oeste

    22/11: Feminino, 54, Guatambú

    18/11: Feminino, 87, Salto Veloso

    20/11: Feminino, 50, Caçador

    21/11: Masculino, 74, Caçador

    Serra

    09/11: Feminino, 64, Lages

    21/11: Masculino, 63, Lages

    Sul

    18/11: Masculino, 79, Praia Grande

    22/11: Masculino, 78, Criciúma

    22/11: Masculino, 83, Forquilhinha

    23/11: Feminino, 54, Criciúma

    23/11: Feminino, 58, Gravatal

    23/11: Masculino, 68, Jaguaruna

    Vale do Itajaí

    23/11: Masculino, 82, Blumenau

    23/11: Masculino, 52, Gaspar

    24/11: Feminino, 85, Gaspar

    24/11: Masculino, 48, Gaspar

    16/11: Masculino, 68, Itajaí

    16/11: Masculino, 76, Itapema

    20/11: Masculino, 69, Balneário Camboriú

    21/11: Masculino, 64, Balneário Camboriú

    22/11: Masculino, 54, Balneário Camboriú

    22/11: Masculino, 71, Balneário Camboriú

    22/11: Feminino, 72, Itajaí

    22/11: Masculino, 75, Itajaí

    22/11: Masculino, 69, Penha

    23/11: Feminino, 71, Itajaí

    24/11: Masculino, 65, Rio do Sul

    > Cinco fatores que indicam agravamento da pandemia em Santa Catarina

    Ocupação de UTIs da rede pública é o maior desde o pico da pandemia

    A ocupação dos leitos de terapia intensiva do SUS registraram nova alta nesta terça-feira, chegando a 81,4%, é o maior índice desde 5 de agosto, quando alcançou 83,9%, o pico nesta pandemia. 

    Esse índice considera leitos ocupados tanto por pacientes de covid-19 (suspeitos e diagnosticados) quanto por doentes de outras enfermidades. Leva em consideração também a soma de leitos adultos, infantis e pediátricos. As regiões mais críticas nesta terça-feira são o Sul do Estado, Meio-Oeste, Serra, Oeste e Planalto Norte, todos acima da média estadual.

    Ocupação por região de leitos do SUS (adultos, pediátricos e neonatais)

    Sul: 89,6%

    Meio-Oeste e Serra: 85,3%

    Oeste: 85,1%

    Planalto Norte: 83,6%

    Vale do Itajaí: 79,2%

    Grande Florianópolis: 77,9%

    Foz do Rio Itajaí: 63,9%

    Sul ultrapassa a Grande Florianópolis em casos ativos

    A maior concentração de casos ativos está no Vale do Itajaí, com 6.817. Com 4.887, a região Sul ultrapassou a Grande Florianópolis, que reduziu para 4.634. O Norte do Estado tem 2.966, o Oeste, 2.912, e a Serra, 1.495. A cidade com mais pacientes em tratamento contra a doença é a Capital, com 2.556, 173 casos a menos do que no dia anterior. Das 5 primeiras, apenas Criciúma teve aumento em relação a segunda-feira.

    As 15 cidades com mais casos ativos

    Florianópolis 2556

    Blumenau 1306

    Joinville 1262

    Criciúma 1134

    Brusque 922

    Lages 917

    Palhoça 809

    Jaraguá do Sul 794

    Chapecó 713

    Balneário Camboriú 573

    São José 509

    Itajaí 505

    Araranguá 453

    Camboriú 389

    Tubarão 382

    A lista completa das cidades e o mapa dos casos ativos estão disponíveis no Painel do Coronavírus.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas