nsc
nsc

CASAN

SC recebe investimentos para ampliação de estrutura de água e esgoto

Recursos serão aplicados em diferentes regiões catarinenses para garantir a melhora do sistema

19/05/2022 - 13h02

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
RRS Reservatório
RRS Reservatório
(Foto: )

O novo Marco do Saneamento estabeleceu metas para ampliação do fornecimento de água potável e coleta e tratamento de esgotos até 2033 em todo o país. A CASAN vem atuando para o cumprimento das exigências legais e da missão com o saneamento em todas as regiões.

Em Xanxerê, na Região Oeste, o Governo do Estado e CASAN assinaram contrato para realização de obras de readequação do Sistema de Esgotamento Sanitário do município. Com investimento de R$ 5 milhões, as obras contemplam melhorias na rede coletora com extensão de 22.480 metros, uma estação elevatória de esgoto, 1.425 metros de emissário de recalque e Estação de Tratamento de Esgoto com capacidade de 15,8 litros por segundo, além de 1.035 ligações domiciliares.

Projeto ETE em Xanxerê
Projeto Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em Xanxerê
(Foto: )

O sistema foi implantado pela Prefeitura com recursos da Funasa, mas há uma série de adequações necessárias para que funcione de forma adequada. Agora essas obras serão executadas para que a CASAN assuma e opere essa infraestrutura tão importante para a cidade.

Balanço da Casan destaca investimento no planejamento hídrico e na expansão do esgotamento sanitário

Mafra, no Planalto Norte, também terá investimentos no sistema de esgotamento sanitário. Foi assinada a autorização para a retomada das obras, que preveem a conclusão da rede coletora, com uma extensão total de 31.666 metros e 1.500 ligações, além da implantação de três estações elevatórias, emissários e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com vazão de 20 L/s (litros por segundo).

Com investimento previsto de R$ 19,6 milhões, as obras atenderão a uma população estimada de 8.160 habitantes. A implantação do Sistema de Esgoto de Mafra foi iniciada em 2011 e estava parada desde 2016.

Planejamento hídrico

Na área do abastecimento, os investimentos do Programa Planejamento Hídrico estão sendo feitos para aumentar a segurança no fornecimento de água para os municípios. No total, está sendo destinado R$ 1,7 bilhão para a modernização e ampliação das estruturas de captação, tratamento, reserva e distribuição de água.

Em Xanxerê, por exemplo, já estão sendo licitadas as obras de ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) e instalação de um novo reservatório. As melhorias na ETA representam um investimento de R$ 5,6 milhões e resultarão na duplicação da capacidade de produção. Já o novo reservatório de 500m³ em aço inox aumentará a segurança hídrica do município. O investimento previsto é de R$ 2,2milhões.

O Sistema de Abastecimento de água de Mafra também ganhará um reforço na área de reservação. Serão instalados quatro novos reservatórios para aumentar a segurança do abastecimento do município. Um dos reservatórios de água tratada, com volume de 150 mil litros, será instalado na Estrada do Imbuia. O valor total a ser investido é de R$ 575 mil.

Os outros três reservatórios, também para água tratada, terão volume de 350 mil litros cada e serão instalados na Rua Valentim Banach. O valor total do investimento é de R$ 2,88 milhões para o atendimento a uma população de aproximadamente 53 mil habitantes, que corresponde a 19 mil ligações de água.

Na região Sul do estado, em Criciúma, foi lançada a licitação para a aquisição de seis novos reservatórios de água tratada. As estruturas serão instaladas nos bairros Próspera (2 milhões de litros), Comerciário (1,5 milhão de litros), Lote Seis (2 milhões de litros), Mina do Toco (200 mil litros), Jardim Montevidéu (300 mil litros) e São Marcos (1 milhão de litros).

Laboratório de águas da Casan da Grande Florianópolis é acreditado pelo INMETRO

Com os novos reservatórios, o volume total de armazenamento a ser incrementado ao Sistema Integrado de Abastecimento de Água da Grande Criciúma é de 7 milhões de litros. O investimento total é estimado em cerca de R$ 12,9 milhões, beneficiando uma população de 221.000 habitantes.

Em Siderópolis, também já foi lançada a licitação para a compra de dois novos reservatórios. O bairro Santa Luzia receberá as novas estruturas com capacidade de reservação de 200 mil litros e 1,5 milhão de litros, respectivamente. O volume de armazenamento também integrará o Sistema Integrado de Abastecimento de Água da Grande Criciúma, sendo que o investimento total é estimado em R$ 3,4 milhões.

Para saber mais acesse o site da Casan no portal da nsc

Leia também

Descarte incorreto de lixo causa problemas na rede de esgoto

Famílias de baixa renda podem ter até 80% de desconto na tarifa de água em SC

Informações sobre abastecimento de água e esgoto podem ser consultadas por app em SC

Colunistas