nsc
dc

Imunização

SC receberá 2,5 milhões de doses da vacina contra a gripe; campanha foi antecipada por causa do coronavírus

Primeiras remessas devem chegar ao Estado a partir desta segunda-feira

16/03/2020 - 05h30 - Atualizada em: 16/03/2020 - 06h16

Compartilhe

Por Guilherme Simon
vacina Influenza
(Foto: )

Santa Catarina começa a receber nesta semana do Ministério da Saúde as primeiras remessas da vacina contra a gripe. O Estado espera um total de 2,5 milhões de doses durante o período de imunização. No ano passado, foram recebidas 2,1 milhões de doses da vacina.

O envio pelo Ministério da Saúde será feito de forma gradual. Conforme a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC), a primeira remessa está prevista para chegar a SC entre esta segunda (16) e terça-feira (17), quando devem ser recebidas aproximadamente 305 mil doses.

A campanha de vacinação contra a gripe estava prevista para começar na segunda quinzena de abril, mas foi antecipada pelo Ministério da Saúde em todo o país para a próxima segunda-feira (23) devido à pandemia do novo coronavírus.

A vacina, que continuará sendo disponibilizada na rede pública apenas para os grupos prioritários, não protege contra a nova doença, mas poderá evitar casos de complicação pelo vírus influenza, o que, segundo especialistas, poderia sobrecarregar o sistema de saúde justamente em um momento de crise por causa da pandemia.

A primeira fase da campanha, a partir de 23 de março, será destinada aos idosos (pessoas acima de 60 anos) e profissionais da saúde. A Dive/SC calcula que o público desta categoria some cerca de 800 mil pessoas em Santa Catarina.

Depois, na segunda fase, que começa em 16 de abril, serão vacinados professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Este público inclui aproximadamente 570 mil pessoas, estima a Dive/SC.

A partir de 9 de maio começará a terceira fase da campanha, que será destinada a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade. Segundo a Dive/SC, são cerca 890 mil pessoas nesta faixa no Estado.

A mobilização nacional para o "Dia D" da vacinação contra a gripe está marcada para o dia 9 de maio.

Estado teve 70 mortes por gripe no ano passado

De acordo com dados da Dive/SC, 70 pessoas morreram em Santa Catarina no ano passado vítimas do vírus influenza. A maioria das mortes foi registrada entre pessoas acima de 60 anos (34 casos), seguida pelas faixas etárias entre 50 e 59 anos (20 casos), 40 a 49 anos (9 casos), 30 e 39 anos (3 casos), 10 a 19 anos (2 casos), 20 a 29 anos (1 caso) e 5 a 9 anos (1 caso).

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

Colunistas