nsc
    dc

    Saúde

    SC tem 46 pacientes suspeitos de coronavírus; colombiano é terceiro caso confirmado no país

    Um quarto caso, de uma menina de 13 anos, também de São Paulo, aguarda contraprova antes de ter diagnóstico de covid-19 confirmado

    04/03/2020 - 16h54 - Atualizada em: 12/03/2020 - 12h49

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Dados foram atualizados em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira
    Dados foram atualizados em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira
    (Foto: )

    O Ministério da Saúde confirmou um terceiro caso do novo coronavírus no Brasil e informou que os casos suspeitos em Santa Catarina passaram de 43 para 46. Os dados foram repassados em entrevista coletiva no fim da tarde desta quarta-feira (4).

    De terça para quarta, SC ganhou apenas três novos casos suspeitos de coronavírus. A capital Florianópolis é ainda a que tem o maior número de pacientes em investigação, com 12, seguida de Joinville, por sete.

    Além dessas duas, outras cidades do Estado possuem casos suspeitos, à espera de exames para comprovar o descartar a doença. O Estado não tem nenhum caso confirmado da doença – os únicos três casos confirmados no país são de moradores de São Paulo.

    Com isso, SC é o quinto Estado com mais casos suspeitos no país, atrás de São Paulo (135), Rio Grande do Sul (98), Minas Gerais (82) e Rio de Janeiro (55). No total, o país soma 530 pacientes sob investigação.

    Terceiro caso confirmado no país é de colombiano

    Segundo o Ministério, o terceiro paciente que teve caso de coronavírus confirmado é um homem de 46 anos, colombiano, que atua como administrador de empresas e mora em São Paulo.

    Ele viajou para a Europa entre os dias 9 e 29 de fevereiro e passou por Espanha, Itália, Áustria e Alemanha. Ele retornou a São Paulo no último sábado (29) e somente nesta quarta-feira (4) apresentou sintomas como dor de cabeça, dor no corpo, febre e coriza, que o levaram a procurar atendimento, no Hospital Alberto Einstein, em SP. A unidade hospitalar fez o exame, que comprovou tratar-se de coronavírus. Ele está em isolamento domiciliar.

    Além dos três casos confirmados do novo coronavírus no Brasil, o Ministério da Saúde aguarda o resultado de um exame de contraprova de um quarto caso que também pode entrar na lista de confirmações de coronavírus no país.

    A paciente é uma menina de 13 anos, estudante, também moradora de São Paulo. A garota viajou no dia 21 de fevereiro e passou por Portugal e Itália. Na Itália, ela chegou a fazer uma cirurgia no joelho, e retornou ao Brasil no último domingo (1º).

    Na segunda-feira, mesmo sem apresentar nenhum sintoma, ela procurou o hospital da Associação Beneficência Portuguesa, em SP, para fazer o exame do coronavírus. O teste foi feito de forma particular, em um laboratório privado. O resultado foi positivo e, agora, o Ministério da Saúde aguarda o resultado da contraprova, feita no laboratório do Instituto Adolfo Lutz.

    – Temos grande possibilidade de ser confirmado pelo Adolfo Lutz. No começo da noite a gente já deve ter a contraprova, e aí poderemos colocá-la em caso atípico de entrar direto como confirmado, não ter passado por período de suspeito – antecipou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, na coletiva desta quarta-feira.

    Lista de locais monitorados agora tem 31 países

    Desde esta terça-feira (3) o Ministério da Saúde incluiu mais 15 países na lista de locais monitorados – pacientes que retornaram destes países e que apresentarem ao menos dois sintomas como febre, tosse, dor de cabeça ou dor no corpo, passam a ser monitorados como suspeitas de coronavírus.

    Além de países como China, Coreia do Sul, Itália e Espanha, que já estavam na lista, territórios como os Estados Unidos e o Canadá foram incluídos na terça-feira, levando a lista para 27. Nesta quarta, entraram também Argélia, Líbano e Equador. Com isso, a lista de locais monitorados saltou de 16 para 31 países.

    Apesar do aumento de casos suspeitos e da terceira confirmação de coronavírus no Brasil, o índice de letalidade do novo vírus permanece baixo.

    Até esta quarta-feira, a covid-19 registrou 90.870 casos confirmados no mundo (1,9 mil novos), em 72 países, com 3.112 mortes. Os números representam uma taxa de 3,4% de letalidade no mundo.

    – Temos milhões de fatalidades no mundo por gripe, Influenza A, Influenza B, isso coexiste, eles (vírus) tendem a entrar em equilíbrio. No Pernambuco fizeram um teste e deu coronavírus. Aí perguntaram, é o primeiro coronavírus de Pernambuco? Não, é um coronavírus de 1960, que circula há muito tempo. A gente vai atravessar, como já atravessamos várias outras situações como essa – frisou o ministro Mandetta.

    Confira os casos suspeitos em SC por cidade:

    Confira os casos suspeitos no Brasil, por estado:

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas