Santa Catarina chegou a 101 mortes confirmadas por dengue em 2024. Com isso, pela primeira vez na história, teve mais de 100 óbitos pela doença em um único ano. Em 2023, foram 98 mortes em 12 meses.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Além dos óbitos, o Estado tem 62.149 casos confirmados e 169.994 casos prováveis de dengue. Os dados foram atualizados nesta segunda-feira (22), no painel de monitoramento da Secretaria do Estado de Saúde (SES).

De acordo com o diretor da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive), João Fuck, dados das últimas semanas mostram que Santa Catarina começa a entrar numa estabilidade na transmissão. Contudo, o diretor alerta para que a população não deixe de se prevenir contra o mosquito.

— Passamos por um período chuvoso nos últimos dias, especialmente região da Grande Florianópolis, o que pode contribuir para que a gente tenha locais acumulando água. Esses locais podem ser criadouros do mosquito Aedes aegypti, então é fundamental manter os cuidados e eliminar os locais com água parada.

Continua depois da publicidade

Vacina contra a dengue

Dados divulgados nesta segunda-feira pela Dive mostram que Santa Catarina aplicou 32.755 doses da vacina contra a dengue até agora, o que corresponde a apenas 22% do público-alvo.

Por enquanto, os imunizantes são destinados apenas a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. A vacina está sendo aplicada em municípios das regiões Nordeste e Grande Florianópolis.

Na região Nordeste, que foi a primeira a receber o lote de imunizantes, em 24 de fevereiro, a cobertura vacinal é de 31,49% até agora. Já na Grande Florianópolis, que começou a vacinar em 8 de abril, 13,3% do público está vacinado até o momento.

Em relação à quantidade de doses recebidas até agora, a região Nordeste já aplicou 77,3% (21.280) da remessa de 29.100 vacinas. Já das doses encaminhadas para a região da Grande Florianópolis, foram aplicadas 10.244 (47,3%) das 21.655 recebidas.

Continua depois da publicidade

Chuvas recentes podem aumentar criadouros

Baixa adesão e ampliação da faixa

O país todo registra uma baixa adesão à vacina contra a dengue. Na semana passada, a Câmara Técnica de Imunizações do Ministério da Saúde liberou a ampliação das faixas etárias em municípios cujas vacinas têm validade até 30 de abril. A decisão foi tomada porque doses estocadas em algumas cidades estavam próximas da validade.

Em Santa Catarina, porém, a faixa não será aumentada. Segundo a Secretaria do Estado da Saúde (SES), as duas remessas de vacinas recebidas até agora vencem em junho de 2024 e janeiro de 2025, respectivamente.

Leia também

Brasil soma 1,6 mil mortes por dengue em 2024; SC tem 101 óbitos confirmados

Todas as vacinas para adolescentes no Calendário Nacional do SUS

Em meio à crise da saúde por dengue, Governo de SC ativa novos leitos em Joinville

Destaques do NSC Total