nsc
dc

Skate

Skatistas brasileiros iniciam temporada visando aos Jogos de Tóquio, em Criciúma

Etapa que abre circuito nacional no ano vale ponto em ranking olímpico

23/01/2021 - 17h18 - Atualizada em: 23/01/2021 - 17h43

Compartilhe

Por Agência Brasil
victoria-bassi-julio-detefon-STU-nacional-criciuma
Atleta Victoria Bassi na pista, em Criciúma
(Foto: )

Criciúma recebe até domingo, dia 24, a primeira etapa do STU Nacional, que é o circuito brasileiro de skate de street e park, as duas provas olímpicas da modalidade. As disputas começaram na última sexta-feira, dia 22, com as eliminatórias do street masculino e do park feminino e masculino.

O torneio vale pontos na disputa para representar o Brasil na Olimpíada de Tóquio (Japão), que marca a estreia do skate no evento. Cada país poderá levar aos Jogos até 12 atletas que estejam entre os 20 melhores do ranking da World Skate (federação internacional da modalidade), sendo seis por prova (três homens e três mulheres).

> Veja as últimas notícias sobre o mundo dos esportes

No park feminino, oito skatistas garantiram nesta sexta-feira a classificação à final da etapa, que será neste sábado, 23: Dora Varella, Victoria Bassi, Erica Leguizamon, Isadora Pacheco, Emily Antunes, Camila Borges, Raicca Ventura e Maitê Demantova. Dora, Victoria e Isadora estão entre as 30 melhores do ranking mundial da prova e fazem parte da seleção brasileira principal, enquanto Raicca e Maitê integram as seleções de base.

– É muito bom começar o ano com uma competição em uma pista de alto nível, depois de tanto tempo sem campeonatos. Espero que eu consiga uma boa colocação e comece o ano bem para a corrida olímpica – afirmou Dora, em depoimento ao site da Confederação Brasileira de Skate (CBSk).

> Mais que medalha, Pedro Barros espera melhor imagem do skate com as olimpíadas

Também ocorrem neste sábado, as eliminatórias do street feminino e as semifinais do masculino. As disputas podem ser acompanhadas pelo canal oficial do evento no YouTube. À tarde, antes de final das mulheres, será realizada a semifinal do park masculino.

O domingo será aberto com a final do park masculino, às 10h. Na sequência, às 12h, ocorre a decisão do street feminino. Já às 13h30min, os melhores skatistas do street masculino brigam pelo título no encerramento do evento. As duas finais de street também serão transmitidas no canal oficial do STU Nacional.

O street é um estilo de skate praticado com obstáculos de rua, como escadarias ou corrimões. O Brasil tem metade das atletas que integram o top-10 do ranking mundial. Entre elas, Rayssa Leal (número dois do mundo) e Virginia Fortes Aguas (décima), que estão em Criciúma. Já no masculino, a dupla da seleção Lucas Rabelo (19º do mundo) Felipe Gustavo (21º) e João Lucas Alves, o Xuxu, atual campeão brasileiro, são os destaques na competição em Santa Catarina.

– Além da importância natural do STU, que é o maior campeonato de skate do Brasil, ainda terá pontuação válida para a classificação olímpica. Acabei ficando de fora da última etapa em São Paulo, em função de uma lesão no tornozelo, mas fiz tratamento durante as festas de final de ano e pisei no skate novamente dia 16 agora – disse Rabelo, ao site da CBSk.

> Catarinense Isadora Pacheco é campeã brasileira de skate park

Já no park, a pista tem formato similar a de uma piscina, com paredes e elementos de rua. Oito dos inscritos na etapa de Criciúma entre os homens figuram no top-30 mundial da prova, sendo três entre os dez primeiros: Luiz Francisco (segundo), Pedro Barros (quarto) e Pedro Quintas (sexto). Eles integram a seleção masculina, assim como Mateus Hiroshi (13º do mundo), Murilo Peres (16º) e Héricles Fagundes (24º), que também brigam pelo título neste fim de semana.

> Leia mais notícias sobre skate no NSC Total

Colunistas