nsc

publicidade

Grande Florianópolis

Suspeito de estuprar menina de 12 anos em Palhoça tem prisão preventiva decretada

Em depoimento, ele confessou e disse que não sabia porque havia cometido o crime

17/08/2019 - 17h09

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Suspeito será encaminhado ao presídio de Florianópolis
Suspeito será encaminhado ao presídio de Florianópolis

A Justiça de Palhoça, na Grande Florianópolis, decidiu decretar a prisão preventiva de um homem suspeito de estuprar uma estudante de 12 anos. O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (16). Horas depois, ele foi encontrado e preso em flagrante. Durante a audiência de custódia, realizada neste sábado (17), foi determinado que ele seja transferido para o Presídio Masculino de Florianópolis, no bairro Agronômica.

A delegada Daiana Luz, responsável pelo caso, informou que o suspeito foi ouvido, logo após ser preso. Em depoimento, ele confessou o crime, mas alegou que não sabia porque tinha estuprado a adolescente.

— Ele se diz arrependido, e não soube explicar o motivo da violência sexual — declarou a delegada à rádio CBN Diário.

Agora, com a prisão preventiva, o suspeito segue à disposição da Justiça. A delegada informou que já colheu todos os depoimentos necessários e irá repassar o caso ao Ministério Público. Caberá a promotoria decidir se oferece ou não a denúncia contra o homem.

Caso a denúncia seja oferecida, o juiz responsável deverá definir se abre ou não o processo criminal contra o suspeito. Se o processo for aberto, ele irá responder pelo crime e poderá ser condenado a pena mínima de oito anos de prisão.

O crime

De acordo com a vítima, o crime aconteceu no bairro São Sebastião, em Palhoça. A jovem contou à polícia que estava indo à escola, quando foi abordada pelo estuprador. O homem a prendeu pelo pescoço e levou a menina até uma área de mata.

A jovem não conseguiu gritar, pois o agressor cobriu a boca dela. Além disso, segundo o relato, ele a ameaçou de morte.

Deixe seu comentário:

publicidade