Em uma região montanhosa com as principais estradas e linhas ferroviárias destruídas, equipes de resgate de Taiwan começaram nesta quarta-feira (3) o resgate de centenas de pessoas que ficaram presas em túneis, edifícios e até pedreiras, devido ao forte terremoto que atingiu a ilha. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Até o momento, nove pessoas morreram e 974 ficaram feridas por conta do tremor, de magnitude 7,4, considerado o pior no país nos últimos 25 anos. Nesta quarta, o Escritório de Representação do Brasil em Taiwan disse que não há brasileiros entre as vítimas.

O diretor do Escritório de Representação do Brasil em Taipei, Miguel Magalhães, falou ao g1 sobre a situação de cidadãos brasileiros na ilha atingidos pelo tremor. Segundo ele, há mais de 7 mil brasileiros vivendo no país.

— São cerca de 7,5 mil brasileiros em Taiwan e, felizmente, não há registro de vítimas nesse terremoto, o que nos deixa muito contentes — diz Magalhães.

Continua depois da publicidade

Operação de resgate

Muitas pessoas ainda seguem desaparecidas após o terremoto. Dentre as que as equipes tentam localizar e resgatar nesta quarta, estão:

  • Cerca de 70 mineiros que trabalhavam em duas pedreiras na região de Hualien, a mais próxima do epicentro do tremor, que ficaram presos entre pedras;
  • 50 funcionários e turistas de um hotel que estavam em dois ônibus no momento do terremoto;
  • 70 pessoas que haviam ficado presas em túneis da região — elas passavam por lá de carro quando as estradas desabaram parcialmente;
  • Dezenas de moradores presos em prédios que também desabaram parcialmente.

O principal desafio é a geografia da região, muito montanhosa, combinada com o fato de que as principais estradas e linhas ferroviárias de Hualien foram totalmente ou parcialmente destruídas, segundo as autoridades.

única forma de chegar aos locais é pela via aérea. Nesta manhã, uma equipe conseguiu resgatar um grupo de pessoas que estavam presas em um túnel da região.

Continua depois da publicidade

A Agência Nacional de Combate a Incêndios de Taiwan afirmou que os mineiros ficaram retidos em pedreiras na região do epicentro do tremor. De acordo com a agência, 64 deles estão em uma pedreira perto de uma mina de carvão, e outros seis trabalhadores, em uma pedreira diferente, segundo a agência. As autoridades afirmaram que ainda não haviam começado os trabalhos de resgate aos mineiros.

Confira fotos dos estragos causados pelo terremoto


Leia também

Terremoto em Taiwan deixa mortos, feridos e imóveis destruídos

VÍDEO: Turista é surpreendido por terremoto enquanto nadava em piscina em Taiwan

Destaques do NSC Total