Os 11.556 votos em Tânia Larson, do União Brasil, nas eleições do dia 2 de outubro não foram suficientes para elegê-la deputada estadual, mas a vereadora de Joinville já virou a chave e projeta planos para o próximo ano de mandato na Câmara de Vereadores. 

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Em entrevista ao Radar CBN da CBN Joinville nesta quinta-feira (20), Larson disse que se colocou como candidata a presidente da casa, o que seria um fato inédito para uma mulher. 

– Eu também coloquei meu nome a disposição como candidata. Um dos motivos é por ser mulher, hoje somos apenas duas vereadoras. Temos que incentivar as mulheres, nunca tivemos uma mulher na presidência. Hoje nós temos uma vice prefeita, uma presidente da Acij e nada melhor do que ter essa representatividade na Câmara. Vamos fazer um apelo. Temos um tempo e tudo pode mudar – destaca.

Ouça a entrevista completa:

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total